Recife

Jovens organizam mutirão para limpeza de manguezal

Ação faz parte da 2ª Semana Mundial da Juventude, evento promovido pela Prefeitura em parceria com moradores da comunidade do Bode

Amanda Tavares
Amanda Tavares
Publicado em 25/03/2018 às 14:21
Leo Motta / JC Imagem
Ação faz parte da 2ª Semana Mundial da Juventude, evento promovido pela Prefeitura em parceria com moradores da comunidade do Bode - FOTO: Leo Motta / JC Imagem
Leitura:

Dezenas de jovens se reuniram na manhã deste domingo (25) na comunidade do Bode, Pina, Zona Sul do Recife, para fazer um mutirão de limpeza nos manguezais da cidade. A ação faz parte da programação da 2ª Semana Municipal da Juventude, promovida pela Prefeitura do Recife até o próximo dia 28, e inclui jovens que participam de curso promovido pela Prefeitura, além de integrantes dos projetos Livroteca Brincante do Pina, Favela Verde e Coletivo Pão e Tinta.

O gerente-geral de Sustentabilidade da Secretaria de Meio Ambiente do Recife, Alexandre Ramos, explicou que a ação na comunidade do Bode é resultado de uma emenda parlamentar que estimula atividades de transformação do meio ambiente promovidas por jovens.

"Selecionamos alguns jovens para participarem de formações. No total, tivemos três turmas e, ao final do curso, todos teriam que se encontrar. Eles escolheram que esse encontro fosse na rua e por isso resolvemos nos unir aos jovens que participam de movimentos de liderança no Bode", explicou.

"Entre as mais de 30 atividades da Semana da Juventude achamos importante incluir a ação na comunidade do Bode. É necessário compreender que meio ambiente não envolve somente ecologia, mas muitas questões socioambientais. E o intuito dessa vivência é ter os jovens da comunidade como protagonistas das mudança, afinal eles conhecem a realidade do local e as principais vulnerabilidades e necessidades", destacou a secretária-executiva de Juventude do Recife, Camila Barros.

RESÍDUOS

Os participantes fizeram passeios de barco para conhecer a área de manguezal da comunidade e assim promoveram a limpeza de vários ambientes de mangue. "Recolhemos muitos resíduos sólidos. A maioria deles dá pra ver que é antigo. Ou seja, provavelmente não são resíduos descartados pela nossa comunidade, mas por pessoas que despejam de locais mais distantes daqui. Realizamos muitas campanhas de conscientização no Bode e observamos que o comportamento da população em relação à preservação do meio ambiente já melhorou muito", afirma Stilo Santos, coordenador do coletivo Pão e Tinta e da Livroteca.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias