pernambuco

Site de matrículas para escolas estaduais apresenta instabilidade

Secretaria de Educação e Esportes afirma que a equipe de informática já trabalha para melhorar o sistema

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 20/11/2019 às 8:53
Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Secretaria de Educação e Esportes afirma que a equipe de informática já trabalha para melhorar o sistema - FOTO: Foto: Guga Matos/Acervo JC Imagem
Leitura:

O Matrícula Rápida, plataforma utilizada pelo Governo de Pernambuco para cadastrar alunos novatos na rede pública de ensino em 2020, apresenta instabilidade na manhã desta quarta-feira (20), primeiro dia das matrículas. Este ano, serão 74.978 vagas para estudantes novatos, distribuídas pelo Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação e Esportes, o erro se deve ao fato do site receber muitos acessos ao mesmo tempo nesta manhã, mas alega que já está com mais de três mil matrículas confirmadas e orienta que os pais e responsáveis dos estudantes continuem tentando, enquanto a equipe de informática trabalha para melhorar o sistema.

Cadastro

O cadastro deverá ser feito exclusivamente pela internet, no site Matrícula Rápida, a partir das 7h, e segue até o dia 27 de novembro. As vagas são distribuídas em Educação de Jovens e Adultos (EJA) e nas escolas estaduais, excetuando as escolas Técnicas, que têm processo seletivo próprio.

Este ano haverá o retorno das vagas não ocupadas ou não confirmadas para o sistema de cadastro. Ou seja, caso tenham posições remanescentes após o período de matrículas, será disponibilizado um novo período de cadastro, de 20 a 28 de janeiro. As inscrições deverão ser feitas também pelo site Matrícula Rápida. Do total de vagas, 10.313 são para Recife; 18.224 são para as demais cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) e 46.441 são para o interior. Em 2020, serão 31.919 para Ensino Fundamental e 43.059 para o Ensino Médio. As aulas têm início no dia 4 de fevereiro.

Matrículas

Para realizar a matrícula, o estudante que não tiver acesso à internet poderá utilizar o laboratório de informática de mais de 300 escolas do Estado. Para realizar o cadastro, as informações devem ser preenchidas, pelos pais ou responsáveis, ou pelo estudante se for maior de 18 anos. Os dados necessários são nome completo, data de nascimento, escola de origem, escola que pretende estudar com série e turno, nome do responsável com endereço e telefone para contato, RG (não obrigatório nesta etapa) e CPF (não obrigatório nesta etapa).

Ao final do processo, será gerado um protocolo, que é a confirmação da matrícula, devendo ser anotado ou impresso. Posteriormente é preciso que o estudante vá à escola em que se matriculou para entregar os documentos. Quem quiser trocar a unidade de ensino após a finalização do cadastro poderá fazer até o dia 27 de dezembro, através do campo "consulte sua inscrição" no site Matrícula Rápida.

Do dia 2 a 16 de janeiro ocorre a efetivação do cadastro. Para a confirmação, é preciso que sejam apresentados, na escola, o número de inscrição online, cópia da a certidão de nascimento, comprovante de escolaridade, foto 3x4 recente, comprovante de residência com CEP, documento de transferência, cópia de carteira de vacinação, comprovante do tipo sanguíneo e fator RH.

Em caso de dúvidas, o aluno pode ligar para o número 0800.286.0086, das 7h às 21h, de segunda a sábado, durante os meses de novembro e dezembro. Para 2020, o governo disponibilizou 176 mil vagas para estudantes novatos. Destas, 101.410 serão ocupadas por estudantes que vêm da Rede Municipal. Das mais de 74 mil vagas para estudantes novatos, 8.655 serão para as Escolas em Tempo Integral.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias