greve

Circulação de ônibus no Recife está normalizada, diz governo

Até às 9h desta sexta-feira, 98,2% da frota estava nas ruas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 05/07/2013 às 14:06
Foto: Júlio Rebelo/Do JC Trânsito
Até às 9h desta sexta-feira, 98,2% da frota estava nas ruas - FOTO: Foto: Júlio Rebelo/Do JC Trânsito
Leitura:

O governo do Estado informou numa coletiva no Centro Integrado de Comando e Controle Regional de Pernambuco (CICCR-PE), no bairro de Santo Antônio, que o sistema rodoviário na cidade funcionou normalmente na manhã desta sexta-feira (5). A coletiva contou com a presença de representantes da Secretaria de Defesa Social, da Secretaria das Cidades e do Grande Recife Consórcio de Transporte.

Segundo o Secretário das Cidades, Danilo Cabral, o pedido do Governo junto às empresas de ônibus surtiu o efeito desejado.  "Entre 8h e 9h, de um total de 2.464 veículos, 2.378 ônibus circularam, o que representa 98,2% da frota. Nós estivemos durante toda a semana em reunião com o Sindicato dos Rodoviários, a Oposição Rodoviária de Verdade e o Sindicato das Empresas de Ônibus do Grande Recife (Urbana-PE), e ficou claro que não houve entendimento entre as partes envolvidas. Por isso, nós interviemos juntos às empresas para que elas garantissem os ônibus nas ruas", afirmou.

Já o Secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, afirmou que as medidas de segurança irão se estender durante todo o dia. "Cerca de 800 policiais militares estão de prontidão para garantir que não ocorra nenhuma situação de conflito.  Este número é suficiente para inibir qualquer eventualidade que coloque em risco o transporte seguro da população. Estamos atentos em todos os pontos do Recife, inclusive nos terminais integrados", garantiu.

De acordo com o Grande Recife Consórcio, das 5h às 6h, 67,5% da frota de ônibus estavam operando na Região Metropolitana. Já das 8h às 9h, o número aumento para 98,2%, atingindo assim a normalidade das operações. Apenas uma ocorrência foi registrada no Terminal Integrado da Macaxeira, na Zona Norte. Os representantes do governo afirmaram que as ações executadas pelas secretarias estão surtindo o efeito desejado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias