natal

Dom Fernando Saburido celebra missa natalina no Cotel

O arcebispo destacou a fraternidade, esperança e necessidade de mudança durante a homilia

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 26/12/2014 às 15:36
Foto: Arquidiocese/Divulgação
O arcebispo destacou a fraternidade, esperança e necessidade de mudança durante a homilia - FOTO: Foto: Arquidiocese/Divulgação
Leitura:

Os internos do Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife (RMR), receberam nesta sexta-feira (26) uma missa de Natal, celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido.

A missa começou às 9h e foi o encerramento das celebrações natalinas dentro das unidades prisionais da RMR. Dom Fernando foi recebido pelo gestor do Cotel, João Fernandes, e por agentes da Pastoral Carcerária. Antes, ele visitou alguns pavilhões, capela ecumênica, enfermaria e conversou com dententos e rezou com eles.

A missa foi celebrada na quadra de esportes para os presos do Pavilhão C. O arcebispo destacou a fraternidade, esperança e necessidade de mudança.

A Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Olinda e Recife já realizou missas natalinas no Presídio Feminino Caetés I (Cotela), em Abreu e Lima, no Cotel, na Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, no Presídio de Vitória de Santo Antão, na Colônia Penal Feminina do Recife, bairro do Engenho do Meio, e no Complexo Prisional do Curado. O Presídio de Igarassu recebe a celebração também nesta sexta-feira.

A missas foram presididas pelos padre James Lucena, o emérito de Palmares e vigário geral da arquidiocese, dom Genival Saraiva, e padre Wilmar Gama. A série de celebrações começou no dia 11 de dezembro.

A pastoral atende cerca de 19,5 mil presos, entre homens e mulheres, dos quais 13 mil ainda não foram julgados. Os agentes da pastoral ajudam os reeducandos na reinserção social.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias