Orientações

Muros de subestações da Celpe recebem grafites com orientações para o uso seguro da energia elétrica

Ao longo deste ano, 20 unidades em todo o Estado irão receber os coloridos desenhos do artista Galo de Souza

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 02/03/2016 às 19:02
Foto: Divulgação
Ao longo deste ano, 20 unidades em todo o Estado irão receber os coloridos desenhos do artista Galo de Souza - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

Os muros das subestações da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) agora são murais que orientam a população sobre o uso seguro da energia elétrica. Isso porque as paredes que servem para restringir o acesso de pessoas não autorizadas, antes alvos fáceis para pichadores, estão sendo grafitadas pelo artista Galo de Souza com orientações lúdicas como não soltar pipas nas proximidades da rede elétrica, evitar a instalação de antenas perto da rede de distribuição de energia e não fazer ligações clandestinas, entre outras.

A primeira intervenção artística ocorreu na subestação João de Barros, no bairro da Boa Vista, área central do Recife. Ao longo deste ano, 20 unidades em todo o Estado irão receber os coloridos desenhos do artista. Entre elas, estão as unidades da Avenida Abdias de Carvalho, no bairro da Ilha do Retiro, e do Pina, na Zona Sul da capital.

De acordo com  o gerente de Segurança da Celpe, Pablo Andrade, a linguagem utilizada nos muros é simples e envolve aproximação com temáticas como comunidade, natureza e cidade."A ideia surgiu a partir da vontade de valorizar a arte de rua, mas também queríamos aproveitar o espaço para transmitir mensagens para a população. Decidimos que não poderia ser outra coisa se não expor dicas de segurança", disse.

 

GALO DE SOUZA

Os grafites são todos desenvolvidos pelo artista Galo de Souza, a partir de conversas com a área de Segurança da Celpe. O grafiteiro recifense cresceu em comunidades da capital pernambucana e começou a ter contato com a grafitagem aos 16 anos. Com quase 20 anos de atuação, recebeu reconhecimento por seu trabalho e tem obras espalhadas em cidades brasileiras e no exterior. Galo também participa de ações e oficinas nas periferias, com o objetivo de realizar mutirões de grafite e fomentar a conscientização política por meio da arte.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias