TEMPO

Fortes chuvas causam alagamentos no interior e abrem cratera em Buíque

Segundo a Apac, choveu 65 milímetros no município. Outras cidades da Zona da Mata, Agreste e Sertão também registraram muita precipitação

Vitor Nascimento
Vitor Nascimento
Publicado em 27/11/2018 às 7:55
Foto: Cortesia
FOTO: Foto: Cortesia
Leitura:

Chuvas fortes ocasionaram alagamentos e abriram uma cratera na PE-270 em Buíque, no Agreste do estado, durante a tarde dessa segunda-feira (26). Segundo a Agencia Pernambucana de Águas e Clima (Apac), o município registrou durante essa segunda até as 6h desta terça-feira (27) cerca de 65 milímetros de chuva.

De acordo com a Apac, essa teria sido a maior chuva do ano para a região. Toda essa água causou inúmeros alagamentos na cidade e abriu uma cratera na PE-270, que corta o centro do município.

A Polícia Militar (PM) informou que umas séries de obras relacionadas ao saneamento básico em Buíque estavam em andamento e que valas estavam abertas para instalações de canos. Com a forte chuva, que foi mais intensa na tarde dessa segunda, os buracos, que eram pequenos e estreitos, se abriram ainda mais por conta do acúmulo de água.

Foto: Cortesia
- Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
- Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
- Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
- Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
- Foto: Cortesia

O Departamento de Estradas e Rodagem (DER) afirmou que enviou uma equipe técnica até o local para a realização de uma vistoria. Uma força-tarefa foi realizada entre a empresa que realiza a obra de saneamento na cidade e o órgão. O trânsito no local já foi liberado.

Vários alagamentos também foram registrados no município, principalmente em casas e estabelecimentos comerciais. Ainda não existe registro de desabrigados e nem desalojados.

Outros municípios

Em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, as fortes chuvas, que vieram acompanhadas de raios e trovoadas, fizeram um canal do município estourar. A água invadiu várias residências e dificultou as passagens de veículos pelas ruas da cidade.

Ainda no Sertão, o município de Iguaraci registrou uma acúmulo de 87 milímetros no período das 6h dessa segunda às 6h desta terça. Quixaba (61mm) e Floresta, 46mm, também registraram fortes chuvas.

De acordo com a Apac, além de Buíque, os municípios de Pedra, 45mm, e Lagoa dos Gatos, 39mm, no Agreste, também registraram precipitações.

Na Zona da Mata, o município de Belém de Maria registrou um total de 70 milímetros no mesmo período, ocasionando vários alagamentos.

Segundo a Apac, as fortes chuvas que atingiram os municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão, foram ocasionadas em consequência da zona de convergência do atlântico sul, que ocorre justamente neste período do ano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias