ZONA OESTE

Imóvel vizinho ao que desabou em Afogados é demolido

O desabamento aconteceu nessa quarta-feira (22) e a demolição teve início na tarde desta quinta

JC Online
JC Online
Publicado em 23/05/2019 às 19:05
Notícia
Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
O desabamento aconteceu nessa quarta-feira (22) e a demolição teve início na tarde desta quinta - FOTO: Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 19h38

O imóvel vizinho a construção que desabou no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife, foi demolido no final da tarde desta quinta-feira (23). A edificação foi demolida após a Defesa Civil atestar a necessidade.

Devido ao desabamento que aconteceu no início da noite dessa quarta-feira (22), a Ponte de Afogados precisou ser interditada. Segundo informou a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), a via foi liberada por volta das 17h50 desta quinta e voltará a ser interditada na manhã desta sexta-feira (24), ainda sem horário definido, para remoção dos entulhos. 

Trânsito

A interdição provocou o deslocamento dos veículos. Os condutores que seguem pela Rua Imperial estão sendo desviados para a Avenida Sul e seguindo por ela até a Rua da Paz. Na manhã desta quinta-feira, o trânsito no local era lento.

Desabamento

O desabamento na construção localizada na Rua Doutor Leônidas Cravo Gama, no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife, aconteceu no final da tarde dessa quarta-feira (22) e provocou a morte de uma mulher. Além da vítima fatal, 12 pessoas - incluindo três crianças - ficaram feridas.

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para o resgate. As buscas por mais vítimas foram encerradas pelo Corpo de Bombeiros na manhã desta quinta.

Construção irregular

Com um ferro-velho no térreo, a edificação abrigava cinco apartamentos no primeiro andar, segundo moradores. A empregada doméstica Josélia Félix, 50 anos, que residia no local havia seis meses, não percebeu nenhum sinal preocupante. “A gente não desconfiava. Não tinha nenhuma rachadura, não tinha nada. Não sabíamos que isso ia acontecer. Ninguém sabe o motivo”, disse.

A Prefeitura do Recife informou, por meio de nota, que o imóvel onde aconteceu o desabamento era uma construção irregular. Segundo a prefeitura, a “Diretoria Executiva de Controle Urbano (Dircon) já notificou o imóvel por diversas vezes pela construção em local irregular”.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias