catolicisco

''É um sentimento salutar'', diz dom Fernando Saburido sobre Dia de Finados

O arcebispo de Olinda e Recife celebrou missa no Cemitério de Santo Amaro, na manhã deste sábado (2)

JC Online
JC Online
Publicado em 02/11/2019 às 12:29
Notícia
Hélia Scheppa/SEI
FOTO: Hélia Scheppa/SEI
Leitura:

Neste sábado (2), Dia de Finados, dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife, celebrou missa no Cemitério de Santo Amaro, no bairro de mesmo nome, no Centro do Recife, e destacou que o dia de hoje não simboliza sofrimento, mas sim a saudade.

"Finados é um dia muito bonito. Já desde a Idade Média é uma tradição que vem crescendo a cada ano e as famílias vão visitar os túmulos para rezar pelos seus entes queridos. Então não é desespero, mas é saudade. É uma coisa bonita, é um sentimento salutar porque nós acreditamos na ressurreição, acreditamos na vida. Os que morrem, morrem para o encontro com Deus. Se eles têm fé, vão agora viver aquilo que acreditaram. Mas, a gente vê aí que, por outro lado, a realidade do Brasil e do mundo, que ficam convivendo com tanto naturalismo, com tantos casos assim de violência, de morte. Esse assunto é tratado toda hora na imprensa", disse o bispo.

Hélia Scheppa/SEI
Celebração de missa em comemoração ao Dia de Finados em Paulista - Hélia Scheppa/SEI
Juliana Oliveira/ TV Jornal
No Recife, vendedora se queixou de baixa procura por flores - Juliana Oliveira/ TV Jornal
Hélia Scheppa/SEI
O governador Paulo Câmara visitou cemitério em Paulista - Hélia Scheppa/SEI
Hélia Scheppa/SEI
Em Paulista, o padre Renato Maia conduziu a missa pelo Dia de Finados - Hélia Scheppa/SEI
Juliana Oliveira/ TV Jornal
Movimento intenso no Cemitério de Santo Amaro, no Recife - Juliana Oliveira/ TV Jornal
Cemitério de Santo Amaro, Centro do Recife -
Cemitério de Santo Amaro, Centro do Recife -
Entrada principal do Cemitério de Santo Amaro, no Recife -
Foto: Fábio Costa/JC Imagem
Cemitério de Santo Amaro, Centro do Recife - Foto: Fábio Costa/JC Imagem
Foto: Fábio Costa/JC Imagem
Túmulos no Cemitério de Santo Amaro, Centro do Recife - Foto: Fábio Costa/JC Imagem
Foto: Fábio Costa/JC Imagem
O Cemitério de Santo Amaro, Centro do Recife, foi o mais visitado - Foto: Fábio Costa/JC Imagem

Ao longo do dia, cerca de 15 mil pessoas devem circular pelos cemitérios municipais do Recife. A estimativa da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) é que uma média de 50 mil pessoas tenham passado por algum dos cinco cemitérios da capital ao longo desta semana. 

Programação

À tarde, Dom Fernando estará no Cemitério Parque das Flores, no bairro de Tejipió, Zona Oeste. No mesmo local, o dom Limacedo celebra a primeira das cinco missas do dia.

Horários

Cemitério de Santo Amaro

•14h30 – Recitação do Santo Terço
•16h – Missa de encerramento (celebrante padre João Crisóstomo, capelão do cemitério)

Cemitério Parque das Flores

Sábado (02/11)

•14h – Missa (celebrante padre Marcelo Junior, paróquia do Rosário, Tejipió)
•16h – Missa (Dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife)

Cemitério Morada da Paz

Sábado (02/11)

Programação religiosa

16h – Missa no jardim ecumênico / padre Hélio Nascimento

Programação cultural

15h – Oficina de Bolhas de Sabão / instrutores do centro recreativo Casa das Asas

8h às 17h – Espaço Pet / dicas de adestramento e nutrição pet, prática do Enriquecimento Ambiental com estímulos de faro dos cães visitantes, além da demonstração de agility

Cemitério Memorial Guararapes

Sábado (02/11)
•16h – Missa

 

Últimas notícias