OTIMISMO

Débora, menina que sofreu acidente de kart, posta foto careca: #souperfeitaassim

Símbolo de resiliência, a jovem deixou um recado para quem sofre com a perda dos cabelos: ''você não é imperfeito, você é um sobrevivente'', disse

JC Online
JC Online
Publicado em 06/11/2019 às 19:47
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
FOTO: Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Leitura:

Conhecida pelo otimismo com que encara a vida, a auxiliar de ensino infantil Débora Dantas, 19 anos, que perdeu o couro cabeludo em um grave acidente de kart no Recife, em agosto deste ano, deu mais um exemplo de resiliência. Com a publicação de uma foto em que aparece careca, acompanhada das hashds_matia_palvr #orgulhodesercareca e #souperfeitaassim em uma rede social, a jovem deixou uma mensagem para os que sofrem com perda dos cabelos.

“Milhares de mulheres e homens sofrem com a perda dos cabelos diariamente, no mundo inteiro. Muitas vezes evitam espelhos e se machucam com palavras duras demais. Eu vejo isso todos os dias, as pessoas falam comigo sobre isso e veem somente o sofrimento onde eu vejo tanta esperança. Acreditem, meus amigos que sofrem com isso: você não é imperfeito, você é um sobrevivente, forte como um diamante. Eu sou fã de vocês, assim como sou uma de vocês. Obrigada por sua força. #orgulhodesercareca #souperfeitaassim #amoraopróximo”, escreveu Débora.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Débora E. Dantas (@llluaa) em

Após passar dois meses em Ribeirão Preto, São Paulo, onde foi submetida a diversos procedimentos médicos, Débora voltou ao Recife na madrugada de 29 de outubro. Ela foi recebida pelos familiares e por pessoas que, mesmo sem proximidade com ela, acompanharam seu processo de recuperação.

Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Débora Dantas distribuiu sorrisos à família, amigos e imprensa na sua chegada ao Recife - Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Débora e seu namorado, Eduardo Tujaman - Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
- Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
- Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
- Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Débora e seu namorado, Eduardo Tujaman - Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
- Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Foto: Arthur Borba / JC Imagem
Débora Dantas distribuiu sorrisos à família, amigos e imprensa na sua chegada ao Recife - Foto: Arthur Borba / JC Imagem

Sempre sorridente, Débora costuma fazer muitas publicações em seu perfil no Instagram. Em um dos posts, no dia 1º de novembro, ela aparece usando uma peruca loira e ao lado dos seus três gatos. Na postagem, a jovem agradece aos pets, e afirma: "poder acariciar vocês e ver de perto suas doces brincadeiras novamente é gratificante".

Relembre o caso

O acidente que escalpelou Débora, no dia 11 de agosto de 2019, ocorreu na pista de kart Adrenalina, que funcionava há um mês no supermercado Walmart de Boa Viagem. O local foi interditado e não retomou as atividades.

Débora e o companheiro pagaram R$ 50, cada, por 22 voltas. A tragédia aconteceu quando ela estava na segunda volta. De acordo com relatos ao Procon, funcionários teriam ficado desesperados na hora e não teriam prestado socorro à vítima. Após 30 minutos de espera por atendimento, ela foi levada pelo namorado ao Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central do Recife.

Cortesia/WhatsApp

“Ela não teve nenhum tipo de assistência, eles foram totalmente omissos. Não havia bombeiro civil, militar ou alguém que pudesse fazer esse acolhimento. Também não havia viatura para levá-la a um hospital”, denunciou Douglas Nascimento, tio de Débora, em entrevista à TV Jornal.

À TV Jornal, um funcionário da pista, que não quis ser identificado, disse que o cabelo de Débora se soltou repentinamente. Ele garantiu que seus colegas prestaram socorro e acusou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de demora.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, o pedido foi feito às 17h05. Às 17h07 a ambulância foi acionada e às 17h27, quando o Samu já estava à caminho, foi informado de que a vítima havia sido levada em um veículo particular.

O empresário Wanderlei Dreyer, pai do dono do Adrenalina classificou o episódio como “fatalidade”. “Foi um acidente. É o primeiro caso desde que atuamos na área, há 20 anos”, alegou. A família, disse, já planejava fechar o empreendimento porque não estaria dando o lucro esperado. 

No Recife, Débora passou por cirurgia para reimplantação do tecido do couro cabelo. No entanto, o corpo da jovem rejeitou e ela precisou ser transferida para o Hospital Especializado de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo. Na unidade de saúde, ela passou por diversos procedimentos. Ela recebeu alta médica no dia 12 de outubro, mas voltará à Ribeirão Preto. A etapa de recuperação estética do tratamento está prevista para o mês de janeiro de 2020.

No dia 30 de outubro deste ano, de volta ao Recife, Débora prestou depoimento à polícia sobre o acidente.

Últimas notícias