Reajuste

Veja a posição do Recife entre as capitais brasileiras no ranking de preço de passagens de ônibus

A Urbana-PE propôs um aumento de 14,13% nas passagens de ônibus

Mayra Cavalcanti
Mayra Cavalcanti
Publicado em 14/01/2020 às 12:28
Notícia
Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem
A Urbana-PE propôs um aumento de 14,13% nas passagens de ônibus - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem
Leitura:

Caso o reajuste no valor das passagens de ônibus seguisse o percentual defendido pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), e a tarifa fosse reajustada para R$ 3,90 (Anel A), o Recife seria a 15ª capital brasileira com maior valor de passagem. Atualmente, cobrando R$ 3,45 pelo Anel A, a cidade é a segunda com a tarifa mais barata no País, perdendo apenas para São Luiz (MA), onde o bilhete custa R$ 3,40.

A primeira posição do ranking, levantado pela reportagem do JC, é ocupada por Porto Alegre (RS), onde o valor da passagem é R$ 4,70. Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG) vêm em seguida, com o bilhete custando R$ 4,50. Na quarta colocação está São Paulo, que já teve a passagem reajustada em 2020, para R$ 4,40. É importante lembrar que, na maioria das capitais comparadas, os reajustes ocorreram ainda no ano de 2019 ou anteriormente.

No Nordeste, quem ocupa o topo da lista com passagens mais caras são os municípios de Salvador (BA), Aracaju (SE) e Natal (RN), que atualmente têm bilhetes custando R$ 4,00. Logo em seguida vem a cidade de João Pessoa (PB), com R$ 3,95. Em Teresina (PI), a tarifa de ônibus custa R$ 3,85, seguida de Maceió (AL), com R$ 3,65, e de Fortaleza (CE), com R$ 3,60. Só então vem o Recife (PE), que ocupa a penúltima colocação na lista do Nordeste, sendo cobrado R$ 3,45 pelo Anel A. Por último, São Luiz (MA), com R$ 3,40.

Se o reajuste de 14,13% proposto pela Urbana-PE fosse acatado pelo Governo do Estado, Recife passaria a ocupar a 15ª colocação na lista das passagens mais caras, subindo onze posições em comparação com a situação atual. No ano passado, o Grande Recife teve um aumento de 7,07% e a tarifa passou de R$ 3,20 para R$ 3,45 (Anel A).

Governo descarta percentual

Se depender do Governo de Pernambuco, o Grande Recife continuará performando entre as capitais com as tarifas mais baratas. Pelo menos foi o que o gestor estadual afirmou em nota nessa segunda-feira (13), após o valor proposto pela Urbana-PE ser divulgado. O Governo definiu o percentual como "inaceitável" e destacou que não abrirá mão de manter o Recife entre as capitais que têm menor tarifa de ônibus do País.

Proposta da Urbana-PE

A proposta de realinhamento tarifário defendida pelo setor foi formalizada ao governo pela Urbana-PE nessa segunda-feira (13). Caso haja o reajuste de 14,13%, o valor do Anel A, que é utilizado por 80% dos passageiros, subiria de R$ 3,45 para R$ 3,90. O Anel B iria dos atuais R$ 4,70 para R$ 5,35, quanto que o anel G sairia de R$ 2,25 para R$ 2,55. Entre os principais aumentos de insumos alegados pelo setor empresarial estão o combustível (19,78%), o de veículo (12,83%) e o de pessoal (4,66%).

Confira os valores das passagens nas capitais do Nordeste

Atualmente (14/01/2020)

1 - Porto Alegre (RS) - R$ 4,70
2 - Curitiba (PR) - R$ 4,50
3 - Belo Horizonte (MG) - R$ 4,50
4 - São Paulo - R$ 4,40
5 - Goiânia (GO) - R$ 4,30
6 - Florianópolis (SC) - R$ 4,25
7 - Cuiabá (MT) - R$ 4,10
8 - Campo Grande (MS) - R$ 4,10
9 - Rio de Janeiro (RJ) - R$ 4,05
10 - Salvador (BA) - R$ 4,00
11- Aracaju (SE) - R$ 4,00

12 - Natal (RN) - R$ 4,00
13 - Rio Branco (AC) - R$ 4,00
14 - João Pessoa (PB) - R$ 3,95
15 - Palmas (TO) - R$ 3,85
16 - Teresina (PI) - R$ 3,85
17 - Porto Velho (RO) - R$ 3,80
18 - Manaus (AM) - R$ 3,80
19 - Vitória (ES) - R$ 3,75
20 - Boa Vista (RR) - 3,75
21 - Macapá (AP) - R$ 3,70
22 - Maceió (AL) - R$ 3,65
23 - Belém (PA) - R$ 3,60
24 - Fortaleza (CE) - R$ 3,60
25 - Brasília (DF) - R$ 3,50
26 - Recife (PE) - R$ 3,45
27 - São Luiz (MA) - R$ 3,40

Ranking caso o reajuste de passagens no Recife fosse de 14,13%

1 - Porto Alegre (RS) - R$ 4,70
2 - Curitiba (PR) - R$ 4,50
3 - Belo Horizonte (MG) - R$ 4,50
4 - São Paulo - R$ 4,40
5 - Goiânia (GO) - R$ 4,30
6 - Florianópolis (SC) - R$ 4,25
7 - Cuiabá (MT) - R$ 4,10
8 - Campo Grande (MS) - R$ 4,10
9 - Rio de Janeiro (RJ) - R$ 4,05
10 - Salvador (BA) - R$ 4,00
11- Aracaju (SE) - R$ 4,00

12 - Natal (RN) - R$ 4,00
13 - Rio Branco (AC) - R$ 4,00
14 - João Pessoa (PB) - R$ 3,95
15 -  Recife (PE) - R$ 3,90
16 - Palmas (TO) - R$ 3,85
17 - Teresina (PI) - R$ 3,85
18 - Porto Velho (RO) - R$ 3,80
19 - Manaus (AM) - R$ 3,80
20 - Vitória (ES) - R$ 3,75
21 - Boa Vista (RR) - 3,75
22 - Macapá (AP) - R$ 3,70
23 - Maceió (AL) - R$ 3,65
24 - Belém (PA) - R$ 3,60
25 - Fortaleza (CE) - R$ 3,60
26 - Brasília (DF) - R$ 3,50
27 - São Luiz (MA) - R$ 3,40

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias