Crime

Auxiliar de pastor é preso acusado de roubo, extorsão e homicídio

Suspeito fazia parte de uma quadrilha violenta que atuava em cidade do Agreste pernambucano e RMR

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 01/07/2015 às 13:07
Foto: Reprodução/Facebook
Suspeito fazia parte de uma quadrilha violenta que atuava em cidade do Agreste pernambucano e RMR - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (30) um auxiliar de pastor de 39 anos suspeito de extorsão mediante sequestro, roubo e homicídio nos municípios de Igarassu, no Grande Recife, Surubim e Orobó, no Agreste Pernambucano. Márcio José da Silva foi detido durante um culto na Igreja Assembleia de Deus do bairro Conceição 3, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Procurado desde 2009, Márcio era conhecido como 'Bragadá' e utilizava o nome de Wendel Fenix no Facebook. O suspeito teria integrado uma quadrilha de quatro pessoas que tinha como alvo comerciantes. De acordo com o delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE) Cláudio Castro, o grupo era violento nas abordagens.

Márcio José responde a quatro inquéritos no GOE, sendo dois roubos e duas extorsões. Além disso, ele também tem um mandado de prisão pela participação em um homicídio em 2008, no município de Igarassu. O suspeito também foi autuado por porte ilegal de armas em 2007, mas não chegou a ir para o presídio.

Um integrante da quadrilha, Givanildo José de Oliveira, foi preso em 2010. Outros dois suspeitos, identificados apenas como 'Belinha' e 'Neguinho', continuam foragidos. 

Ainda segundo o delegado, o auxiliar de pastor confessa alguns dos crimes e nega outros.  Ele teria tido ainda que parou de cometer crimes após entrar para a igreja. Márcio será encaminhado ao Centro de Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias