MPPE

Ação prende empresários e políticos por desvio de verba em Belém de Maria

Segundo a polícia, os investigados são responsáveis pelo desvio de R$ 9,7 milhões dos cofres do município

JC Online
JC Online
Publicado em 23/11/2016 às 10:17
Foto: Reprodução / Google Maps
Segundo a polícia, os investigados são responsáveis pelo desvio de R$ 9,7 milhões dos cofres do município - FOTO: Foto: Reprodução / Google Maps
Leitura:

A Polícia Civil e o Ministério Público de Pernambuco deflagraram na manhã desta quarta-feira (23) a Operação Esforço Geral, que tem o objetivo de cumprir mandados de prisão preventiva de remanescentes da Operação Pulverização, que em suas duas primeiras fases desarticulou uma organização criminosa responsável pelo desvio de R$ 9,7 milhões dos cofres do município de Belém de Maria, na Mata Sul de Pernambuco.

Até o momento, 18 foram presos, entre pessoas do âmbito político e também do meio empresarial. Dentre os presos, está o prefeito da cidade, Valdeci José dos Santos. A vice-prefeita, que também foi investigada, está afastada. Os dois foram investigados por crimes de responsabilidade por apropriação de bens, rendas públicas e desvio de verbas.

Pulverização

A Operação Pulverização está na sua 3ª fase e vem sendo investigada desde 20 de novembro de 2015. A ação é desenvolvida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias