APREENDIDO

Preso um dos suspeitos de cometer triplo homicídio em Petrolina

O suspeito apreendido é um adolescente de 17 anos; O outro comparsa que cometeu o triplo homicídio junto com o adolescente ainda está foragido

Bianca Sousa
Bianca Sousa
Publicado em 19/01/2018 às 14:53
Foto: Reprodução / Google Maps
O suspeito apreendido é um adolescente de 17 anos; O outro comparsa que cometeu o triplo homicídio junto com o adolescente ainda está foragido - FOTO: Foto: Reprodução / Google Maps
Leitura:

A Polícia Civil concluiu, na manhã desta sexta-feira (19), as investigações sobre uma execução de três pessoas da mesma família, na comunidade do Serrote do Urubu, em Petrolina, no Sertão do Estado. Um adolescente foi apreendido e outro homem está foragido.

O delegado Marceone Ferreira, que estava à frente das investigações, conta que o adolescente de 17 anos foi apreendido na mesma rua em que aconteceu o crime e encaminhado ao Centro de Internação Provisória (Cenip) de Petrolina, e deverá ficar recluso até os 21 anos de idade. De acordo com o relato do rapaz, a motivação foi vingança pessoal.

Exepedito Henrique Sampaio, de 40 anos, morto a tiros pela dupla, teria os ameaçado, provavelmente por dívida de drogas, relata o delegado. O adolescente que foi apreendido contou ao delegado que ele e seu comparça eram conhecidos da família; por este motivo, a mãe de Expedito, identificada como Severina Ana da Conceição, de 72 anos e o filho dele, Expedito Jamilson Silva Sampaio, 13, também foram executados por terem visto e reconhecido os autores do crime.

O outro suspeito, Andre Luis Ferreira da Silva, 22 anos, está sendo procurado pela polícia. Quando apreendido, ele responderá pelo crime de triplo homicídio qualificado.

Relembre o caso

Três pessoas da mesma família foram assassinadas na madrugada da terça-feira (16), na Rua do Coqueiral, no Serrote do Urubu, em Petrolina, no Sertão do Estado. A casa teria sido invadida por dois homens que efetuaram vários disparos de arma de fogo contra as vítimas.

De acordo com a polícia, a dupla suspeita chegou na casa de Expedito Henrique Sampaio, de 40 anos, disparando tiros em direção a ele. A mãe da vítima e o filho dele de 13 anos também foram alvejados.

Todos os três morreram no local por conta dos graves ferimentos ocasionados pelos tiros. Eles foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML) da cidade.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias