ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Tio é suspeito de estuprar sobrinha e mais de 10 crianças no Sertão

Todas as vítimas eram vizinhas do suspeito, de 49 anos. A sobrinha foi abusada enquanto passava férias na cidade

JC Online JC Online
JC Online
JC Online
Publicado em 20/07/2018 às 12:51
Foto: Reprodução/Polícia Civil
Todas as vítimas eram vizinhas do suspeito, de 49 anos. A sobrinha foi abusada enquanto passava férias na cidade - FOTO: Foto: Reprodução/Polícia Civil
Leitura:

Um homem foi preso, no município de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, suspeito de estuprar mais de dez crianças, além da própria sobrinha, de 12 anos. De acordo com a Polícia Civil, durante as investigações foi constatado que todas as vítimas são vizinhas do suspeito.

A equipe da Delegacia de Serra Talhada, chefiada pelo delegado Cley Anderson Rodrigues, foi à procura do homem, de 49 anos, após ser emitido um mandado de prisão preventiva contra ele. Ele estava em casa, na quinta-feira (19), no bairro Bom Jesus, quando foi surpreendido pela equipe. O suspeito foi recolhido ao presídio de Salgueiro, onde deve permanecer em reclusão até que seja julgado e condenado pelo crime. 

A sobrinha tentou se matar

A sobrinha do suspeito foi abusada por ele quando ela passava férias na cidade. O tio ameaçava a menina de morte, caso ela contasse para alguém o que acontecia entre eles. Devido ao trauma sofrido, a criança chegou a tentar suicídio.

O rapaz também se aproveitava da facilidade em ter uma comunicação mais próxima com as crianças da rua, e praticava o estupro, sem levantar suspeitas, sempre ameaçando todas as vítimas.

Outro caso

Um homem de aproximadamente 30 anos, foi preso na tarde dessa quinta-feira (19), na cidade de Águas Belas, Agreste de Pernambuco, pelo crime de estupro.

Com apoio de policiais do 9° BPM, a Polícia Civil cumpriu um mandato de prisão preventiva contra o acusado que não teve a identidade revelada para preservar a identidade da vítima.

De acordo com o delegado Marcos Omena que está à frente das investigações, o homem foi denunciado por familiares da vítima, uma menor de 17 anos, que teria sofrido a agressão dentro da própria casa. Ele foi encaminhado à cadeia pública de Saloá, também no Agreste do Estado.

Últimas notícias