INTERNET

Homem aplica golpe de estelionato em site de vendas

O suspeito comprou pela internet um drone e emitiu um falso comprovante de pagamento. Ele foi preso em São Paulo e a vítima é residente de Pernambuco

JC Online
JC Online
Publicado em 22/08/2019 às 17:05
Foto: Edésio Lemos/ PCPE
O suspeito comprou pela internet um drone e emitiu um falso comprovante de pagamento. Ele foi preso em São Paulo e a vítima é residente de Pernambuco - FOTO: Foto: Edésio Lemos/ PCPE
Leitura:

Atualizada às 17h43

Nessa quarta-feira (21), um homem identificado como Jeferson Araujo Vital de Lima foi preso em São Paulo após aplicar um golpe de estelionato pelo Mercado Livre. De acordo com a Polícia Civil, a vítima, que é residente de Pernambuco, anunciou um drone no valor de R$ 2 mil e foi contatada por Jeferson, que mostrou interesse no produto.

No entanto, o homem forjou e enviou para a vítima um comprovante de pagamento, que não percebeu e enviou a mercadoria para São Paulo. Ainda segundo a polícia, ao perceber que se tratava de um golpe, a vítima acionou a Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos que entrou em contato com a 45ª Delegacia de Polícia em São Paulo.

O titular da Delegacia de Crimes Cibernéticos, Eronides Meneses, explicou que quando a vítima acionou a polícia, a mercadoria ainda estava em trâmite. Os policiais de São Paulo realizaram uma campana e aguardaram a chegada do drone na casa do suspeito. Quando o produto chegou, o efetivo realizou a prisão em flagrante.

Mercado Livre

Em nota, o Mercado Livre orienta que os seus clientes verifiquem "o status de suas vendas e/ou compras na área "Minha conta", disponível ao usuário logado no site. O cliente não deve considerar nenhuma mensagem nem enviar o produto antes de checar as informações de sua conta e a existência de crédito especificamente nesse canal". 

Leia a íntegra da nota

"Para garantir uma negociação segura, o Mercado Livre orienta seus clientes a sempre verificarem o status de suas vendas e/ou compras na área "Minha conta", disponível ao usuário logado no site. O cliente não deve considerar nenhuma mensagem nem enviar o produto antes de checar as informações de sua conta e a existência de crédito especificamente nesse canal. 

O usuário vendedor é orientado também a checar a veracidade do e-mail recebido, para verificar se realmente tem como remetente o Mercado Livre ou o Mercado Pago, conforme indicado no site: https://www.mercadolivre.com. br/ajuda/Acho-que-recebi-um-e- mail-falso_1362. 

 A empresa também reforça que, precisamente para garantir a segurança dos usuários, dados de contato como endereço de e-mail e número de celular não devem ser informados a outros usuários diretamente antes da concretização da venda por meio da plataforma. Todas essas recomendações estão disponíveis nos Termos & Condições de Uso do site, e o usuário também pode denunciar um e-mail falso em: https://www.mercadolivre.com. br/ajuda/hub?content_id=1362 e na Central de Vendedores, site destinado à comunidade de vendedores do Mercado Livre". 

Últimas notícias