TEXUGO

Operação realiza buscas contra quadrilha voltada para lavagem de dinheiro

Integrantes também são suspeitos de organização criminosa e falsificação ideológica

JC Online
JC Online
Publicado em 22/11/2019 às 7:53
Notícia
Foto: Divulgação / Polícia Civil
Integrantes também são suspeitos de organização criminosa e falsificação ideológica - FOTO: Foto: Divulgação / Polícia Civil
Leitura:

Uma quadrilha acusada de usar três empresas para lavar dinheiro oriundo do tráfico de drogas é alvo da Texugo, 96ª Operação de Repressão Qualificada do ano, deflagrada na manhã desta sexta-feira (22) pela Polícia Civil de Pernambuco. Os integrantes, atuavam no Recife, Paulista e em Jaboatão dos Guararapes, também são suspeitos de organização criminosa e falsificação ideológica.

Coordenada pela Diretoria Integrada Especializada (DIRESP) e supervisionada diretamente pela Chefia de Polícia, a operação cumpre oito mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela 11ª Vara Criminal da Comarca da Capital. Segundo Jean Rockfeller, diretor da DIRESP, as buscas miram em documentos, para que se descubra o "caminho do dinheiro" e para saber quanto o grupo teria lavado.

"Esse é um grupo que atua desde 2010. Já foi alvo de operações da Polícia Civil e Federal, e também teve atuação em roubo a banco. São pessoas que se capitalizavam no crime e constituíram empresas para lavar o dinheiro. Queremos apreender carros, motos e bens para descapitalizá-los. As buscas de hoje servem para delimitarmos a participação de cada pessoa o quantitativo que eles lavaram", disse Rockfeller.

Ação

A ação é presidida pelo Delegado Diogo Victor e do Delegado Ícaro Schneider, e em sua execução foram empregados 60 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, além de 3 equipes da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ).

As investigações tiveram início em 2017, sob assessoria da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (DINTEL) e do Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-AD).

Últimas notícias