PASÁRGADA

Secretário de Itamaracá é preso em operação que mira fraude em licitações

Todos os crimes cometidos pela organização criminosa estão relacionados à atual gestão de Itamaracá, segundo a delegada do caso

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 12/11/2019 às 8:39
Notícia
Foto: Divulgação / Prefeitura
Todos os crimes cometidos pela organização criminosa estão relacionados à atual gestão de Itamaracá, segundo a delegada do caso - Foto: Divulgação / Prefeitura
Leitura:

O secretário de Finanças de Itamaracá, Erival José Salgueiral da Silva Júnior, foi preso na manhã desta terça-feira (12) pela Polícia Civil de Pernambuco durante operação denominada Pasárgada, que visa desarticular uma organização criminosa formada por funcionários públicos acusados de cometer crimes como peculato e fraude a licitação. Segundo a delegada do caso, Isabela Veras Porpino, todos os crimes estão relacionados à atual gestão de Itamaracá.

A investigação iniciou-se em fevereiro de 2019, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE), tendo por objetivo desarticular grupo criminoso voltado para a prática dos crimes.

Durante a operação, são cumpridos 12 mandados de prisão temporárias e preventivas, além de 11 mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades do Recife, Gameleira, Amaraji, Itamaracá, Ribeirão e em Tamandaré. Todos expedidos pela Vara Única da Comarca de Itamaracá. Os detidos estão sendo levados para o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRACO).

Efetivo

Na execução, foram empregados 60 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

Carta Marcada

Um dos mandados de prisão foi cumprido no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, contra o ex-secretário de Finanças de Itamaracá, Geraldo Júnior, preso no início de agosto deste ano na operação Carta Marcada.

Nota da prefeitura

Por meio de nota, a Prefeitura da Ilha de Itamaracá disse que "a atual gestão não compactua com quaisquer atos ilícitos ou pratica ações que representem dano ao erário público" e que está a disposição das autoridades para contribuir com a investigação em curso para "comprovar a lisura do governo que está a frente do município". Leia a íntegra da nota:

"A Prefeitura da Ilha de Itamaracá vem a público prestar esclarecimentos a sociedade, em relação ao desdobramento da operação Pasárgada, deflagrada pela Polícia Civil, na manhã desta terça (12).

Cabe esclarecer que a atual gestão não compactua com quaisquer atos ilícitos ou pratica ações que representem dano ao erário público.

Diante disso, a Prefeitura reitera a disposição em contribuir com a investigação em curso, de forma a elucidar os fatos, e assim, comprovar a lisura do governo que está a frente do município.

A Prefeitura também informa que já estão sendo adotadas as medidas administrativas cabíveis em relação ao servidor, como forma de colaborar com o bom andamento da operação, assim como reforçar o compromisso ético da gestão. Nos colocamos a disposição para os devidos esclarecimentos e seguiremos trabalhando pela Ilha de Itamaracá e pelo povo itamaracaense."

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias