Imunização

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe é aberta hoje

Pernambuco adere à mobilização contra a gripe com doses doses da vacina em 2,4 mil postos em todo Estado

Cleide Alves
Cleide Alves
Publicado em 30/04/2016 às 6:08
Foto: Ashlley Melo/JC Imagem
Pernambuco adere à mobilização contra a gripe com doses doses da vacina em 2,4 mil postos em todo Estado - Foto: Ashlley Melo/JC Imagem
Leitura:

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, promovida pelo Ministério da Saúde, começa neste sábado (30) em todo o País. Mas desde sexta-feira (29) moradores do Recife que fazem parte do público-alvo procuram postos de saúde em busca da imunização, para evitar filas neste sábado.

Devem receber a dose da vacina crianças de 6 meses a cinco anos, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, idosos, profissionais de saúde, pessoas com doenças crônicas, jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas, presos e funcionários do sistema prisional.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, cerca de um milhão de doses da vacina já foram distribuídas entre 2.400 postos de Pernambuco. A entrega teve início na segunda semana de abril. Neste sábado (30), chegarão de Brasília mais 300 mil doses para reabastecer os postos na segunda-feira (2).

“Nós recebemos as vacinas do Ministério da Saúde, repassamos às unidades em todo o Estado e cada cidade faz a sua organização”, afirma Ana Catarina. Ela disse que não haverá mudanças no cronograma de vacinação em função das quatro mortes por influenza A (H1N1), todas registradas no Recife e divulgadas anteontem, no boletim da Secretaria Estadual de Saúde.

A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe: A (H1N1), A (H3N2) e influenza B. A meta de Pernambuco é imunizar 2,1 milhões de pessoas até o fim da campanha, em 20 de maio. Hoje (30), no Dia D da mobilização, os postos de saúde estarão abertos das 8h às 17h, sem intervalo.

A coordenadora estadual do Programa de Vacina, Ana Catarina Melo, informa que os portadores de doenças crônicas devem apresentar prescrição médica para receber a dose. Integram esse grupo diabéticos que fazem uso de medicamentos, pacientes com problemas respiratórios graves e pessoas com síndrome de Down entre outras patologias.

ORIENTAÇÃO

Na manhã de sexta-feira (29), 400 idosos foram imunizados no posto do Centro de Saúde Albert Sabin, no bairro de Jaqueira, Zona Norte do Recife, das 8h às 10h. Quem chegou depois desse horário não encontrou mais a dose e foi orientado a retornar à tarde ou sábado, o primeiro dia da campanha.

“Queria antecipar porque vou viajar amanhã (sábado, 30) cedo e iria mais tranquilo já vacinado”, diz Jayme Leça, 76 anos. Ele chegou no posto às 10h30. “Moro aqui perto e posso voltar à tarde, ou então procuro outro posto”, declara.

A médica Paloma Moura de Andrade Lima levou os filhos Letícia, 2, e Bernardo, 4, para serem imunizados sexta-feira (29), depois de tentativas frustradas em postos no bairro onde mora, na Madalena, Zona Oeste. “Fui três vezes esta semana, em horários diferentes, e não conseguia”, relata.

Quem estiver com infecção aguda durante a campanha de imunização – isso vale para dengue, zika e chicungunha – deve esperar passar os sintomas para tomar a vacina, informa Ana Catarina Melo.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias