GRAVIDEZ DE RISCO

Hospital da Mulher do Recife inaugura ala de Alto Risco

Na nova ala, mães e bebês receberão tratamento especializado para os casos de gestação de alto grau de complexidade. Novos funcionários serão contratados

Julia Aguilera
Julia Aguilera
Publicado em 26/10/2018 às 12:55
Sérgio Bernardo/ JC Imagem
FOTO: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Leitura:

Uma nova ala específica para atender mães e bebês em gravidez de alto risco foi inaugurada nesta sexta-feira (26), no Hospital da Mulher do Recife (HMR) Dra Maria Mercês Pontes Cunha, na Zona Oeste do Recife. Nesta manhã, foram inaugurados o banco de leite e 68 novos leitos distribuídos em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) para bebês e para mães, Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs) e enfermaria de alto risco. Na ocasião, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, também anunciou a entrega de outros espaços destinados à saúde em toda a capital.

Agora, a unidade estará apta a prestar o serviço de atendimento e acolhimento de casos de alta complexidade, antes ou depois do parto. De acordo com Isabela Coutinho, diretora do HMR, o novo espaço ampliará o número de atendimentos e ajudará no atendimento mais humanizado. “Nossa rede pública de saúde precisa desses leitos para desafogar os outros hospitais e maternidades. Pernambuco precisa deste serviço e nós também, para oferecer à mulher um atendimento melhor, mais digno e humano”, diz.

A ala de alto risco já está pronta e os equipamentos estão sendo testados. “Está tudo pronto e equipado, agora o hospital só precisa de preparar para nos próximos meses a gente ver isso aqui funcionando”, pontua o prefeito. Segundo Geraldo Julio, a inauguração dos leitos representa uma ação na contramão do cenário nacional. “No Brasil todo, a gente tá vendo maternidades do serviço público fecharem as portas. A gente está indo no sentido contrário”. Para realizar os novos serviços, serão contratados 312 novos funcionários de diversas áreas. A previsão é que o novo setor comece a funcionar em janeiro.

Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Foram anunciadas novas UTIs, UCIs e 68 leitos. O serviço deve começar a funcionar em janeiro - Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Foram anunciadas novas UTIs, UCIs e 68 leitos. O serviço deve começar a funcionar em janeiro - Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Foram anunciadas novas UTIs, UCIs e 68 leitos. O serviço deve começar a funcionar em janeiro - Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Foram anunciadas novas UTIs, UCIs e 68 leitos. O serviço deve começar a funcionar em janeiro - Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Foram anunciadas novas UTIs, UCIs e 68 leitos. O serviço deve começar a funcionar em janeiro - Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Foram anunciadas novas UTIs, UCIs e 68 leitos. O serviço deve começar a funcionar em janeiro - Sérgio Bernardo/ JC Imagem

Outras entregas

Para o próximo trimestre, foram prometidas outras entregas e incrementos. “Vamos ampliar em 30% o Mãe Coruja no Recife e temos ações de reforço na segurança e a entregas de novos centros. Ainda vamos ter a entrega das Upinhas, no Alto do Pascoal e em Jardim São Paulo, e a requalificação de outras duas, na Brasília Teimosa e em casa Amarela”, conta o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

Os espaços Mãe Coruja serão inaugurados na Upinha ACS Maria Rita, no Córrego do Euclides; na Upinha Emocy Krause, na Torre; e na Unidade de Saúde da Família Bernard Van Leer, na Brasília Teimosa. Também será realizado um novo concurso público, com 98 vagas para diversas áreas de saúde. A previsão é que o edital seja divulgado em janeiro de 2019.

Também serão inaugurados o Serviço de Assistência a Pessoas com HIV/AIds; uma Central de Logística e Assistência Farmacêutica (CLAF) para o controle e estoque de medicações e vacinas; e um novo Centro de Emergência de Mosquitos Estéreis do Recife, que atuará no combate aos mosquitos que causam arboviroses. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias