Saúde

Viúva diz que doença neurodegenerativa fez Robin Williams cometer suicídio

Segundo a entrevista da viúva à revista "People", Robin Williams sofria de demência com corpos de Lewy

Da Folhapress
Da Folhapress
Publicado em 03/11/2015 às 20:15
Foto: Kevin Winter/ AFP
Segundo a entrevista da viúva à revista "People", Robin Williams sofria de demência com corpos de Lewy - FOTO: Foto: Kevin Winter/ AFP
Leitura:

Susan Williams, viúva do ator Robin Williams, que se matou em 2014, falou em público pela primeira vez sobre as potenciais causas do suicídio de seu marido.

"Não foi a depressão que matou Robin", disse Williams. "Depressão foi um dos, vamos dizer, 50 sintomas, e era um sintoma pequeno".

Segundo a entrevista da viúva à revista "People", Robin Williams sofria de demência com corpos de Lewy, uma doença neurodegenerativa com sintomas semelhantes ao mal de Parkinson e Alzheimer.

O ator sofria de graves ataques de ansiedade nos últimos meses de sua vida, além de alucinações e flutuações de humor. Ele mesmo não sabia da doença, que foi revelada apenas em sua autópsia, segundo ela.

"Passei esse ano tentando descobrir o que matou Robin. Para entender contra o quê estávamos lutando, qual era nosso inimigo nas trincheiras. Um dos médicos disse: 'Robin estava ciente de que estava perdendo a cabeça e não conseguia fazer nada a respeito'", completou.

Agora, ela quer ajudar a conscientizar as pessoas a respeito da doença, que é a segunda doença neurodegenerativa mais comum depois de Alzheimer.

Últimas notícias