LUTO

Morre aos 70 anos o cineasta Hector Babenco

Argentino radicado no Brasil, o cineasta foi um dos principais nomes do país

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 14/07/2016 às 9:08
Foto: Reprodução / Internet
Argentino radicado no Brasil, o cineasta foi um dos principais nomes do país - FOTO: Foto: Reprodução / Internet
Leitura:

Morreu na noite desta quarta-feira (13), o cineasta argentino-brasileiro Hector Babenco, aos 70 anos. A informação foi confirmada pelo Hospital Sírio Libanês. O velório será realizado na sexta-feira (15).

Naturalizado brasileiro desde o fim dos anos 1970, Babenco foi um dos mais importante realizadores do cinema nacional. São dele filmes como Carandiru (2003), Pixote: A Lei do Mais Fraco (1981) e O Beijo da Mulher Aranha (1985), todos de sucesso internacional.

>> Fãs e amigos lamentam a morte de Hector Babenco

Ele foi indicado ao Oscar de Melhor Diretor por O Beijo da Mulher Aranha, e três filmes seus disputaram a Palma de Ouro em Cannes.

Seu último filme foi lançado em 2015: Meu Amigo Hindu, com Willem Dafoe e Maria Fernanda Cândido, retratava a história de um cineasta em luta contra uma doença.


Últimas notícias