George R.R. Martin diz que reviravolta do próximo livro não poderá ser feita na série Game of Thrones

Os produtores do programa decidiram algo em relação a um personagem que os impedirá de seguir o que o autor planeja para Os Ventos do Inverno

Reprodução/Wikipedia
Os produtores do programa decidiram algo em relação a um personagem que os impedirá de seguir o que o autor planeja para Os Ventos do Inverno - FOTO: Reprodução/Wikipedia

Os fãs mais fervorosos de As Crônicas de Gelo e Fogo podem vislumbrar uma esperança no horizonte e, quem sabe, parar de se preocupar com os possíveis "spoilers" dados pela série da HBO, que ultrapassou a trama dos livros.

Em entrevista à rádio espanhola RAC1, Alejo Cuervo, editor da saga de George R.R. Martin no país, engrossou as especulações em torno da publicação do sexto volume da franquia ao confirmar que o título será publicado em 2016.

"Está previsto para o ano que vem", contou o editor. Questionado sobre a versão em espanhol, ele completou a informação dizendo que "(os editores americanos) prometeram que passariam o manuscrito com alguma antecedência em relação ao lançamento em inglês", mas que a janela em relação à publicação original não deve ser grande.

O apresentador ainda quis ter certeza de que não haveria um novo atraso e voltou a perguntar para Cuervo, que respondeu com humor: "Um meteoro poderia cair", o que mudaria a previsão.

Acelerar a publicação de Os Ventos do Inverno se mostrou uma prioridade do autor, que diz querer o lançamento antes da estreia da sexta temporada de Game of Thrones.

"Isso tem sido importante para mim desde o começo. Talvez eu seja otimista demais sobre quão rápido posso terminar (o sexto livro), mas cancelei minha presença em duas convenções e estou negando entrevistas - tudo que eu puder fazer para terminá-lo logo", disse Martin em entrevista à revista americana Entertainment Weekly, em abril deste ano. Apesar da declaração, o autor não concentra todas as suas energias na série de livros e desenvolve outra série para a HBO.

DIFERENÇA

Para consolo dos fãs incomodados com o avanço da trama da HBO em relação aos livros, Martin revelou ter concebido uma reviravolta na história de um dos personagens de longa data que não poderá ser replicada pelos produtores Dan Weiss e David Benioff.

"Os leitores ficarão loucos, mas eu a amo. É uma grande mudança. Não é algo que eu tenha pensado antes. E não é algo que eles possam fazer na série, porque na TV eles tomaram algumas decisões em relação a esse personagem em particular que vão impedi-los (de acompanhar os livros)".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias