Nem Anitta, nem Luan Santana: Joelma foi o nome do Prêmio Multishow

A paraense disputava duas categorias, levou o prêmio de Melhor Show e isso diz muita coisa; Entenda

Foto: Instagram/Reprodução
A paraense disputava duas categorias, levou o prêmio de Melhor Show e isso diz muita coisa; Entenda - FOTO: Foto: Instagram/Reprodução

Antes que os fandoms alheios venham atacar estas singelas linhas somente pelo título, vamos aos fatos: Anitta, para variar, foi o centro das atenções no Prêmio Multishow 2017, ocorrido nesta terça-feira (24), no Rio de Janeiro. Seja por ser a mais premiada, a mais comentada e (porquê não) a mais polêmica (afinal, mamilos, playback e climões com Pabllo Vittar e Maluma existiram ali), é ela que está na crista da onda do pop brasileiro.

Os outros portais especializados também já rasgaram sedas suficientes para Pabllo Vittar, que dizem ter feito o melhor show da noite. Causani e arrasani, embora ofegante, a drag fechou com seus hits Corpo Sensual e K.O.. E queridinho das teenagers há 10 anos, Luan Santana sempre será o galã da premiação levando N prêmios porque as Luanetes não dormem no ponto e, assim como os de Anitta, tem tempo de sobra para organizar maratonas de votação e não fazer feio para o seu artista favorito.

E é sobre maratonas de votação que a paraense de Almeirim entra no jogo e merece os devidos holofotes deste texto. Pois é, Joelma não se apresentou ao vivo ontem (mas em 2016, sim), e concorria em duas categorias no Prêmio Multishow deste ano. O resultado? A loira arrebatou para si o título de Melhor Show graças, claro, a seus fãs.

Duas indicações. Um prêmio. Com apenas um disco de estúdio, um EP, um CD e DVD ao vivo. Sozinha. Isso diz alguma coisa, caro leitor? A resposta é: Muito! Joelma, que iniciou sua carreira solo no início do ano passado, vem colhendo os frutos do sucesso, provando que o talento é inerente a ela. Os críticos especializados podem não gostar de seu timbre de voz ou da música que ela traz, mas o que ela se propõe a fazer, tem feito bem feito e, como ela faz questão de dizer, os fãs não a abandonaram em seu voo solitário no showbiz.

Ao contrário de (muitas) pessoas que diziam que ela não sobreviveria pós-Calypso devido a separação do grande mentor, guitarrista e produtor musical da banda, Joelma botou a cara para bater e seguiu em frente. Já o master blaster músico, que julgavam ser a sua fortaleza, está há dois anos tentando emplacar um projeto musical (ele está no segundo), já perdeu QUATRO vocalistas e, dizem até, sua recente banda inteira. Ele já lançou várias músicas nesse meio tempo, mas nenhuma fez sucesso. Ao passo que Não Teve Amor, Voando Pro Pará e Ai, Coração as pessoas já sabem pelo menos alguns versos de tanto tocar por aí.

Para agradecer ao prêmio, Joelma gravou um vídeo em suas redes sociais para seus fãs, ressaltando o quanto eles diziam que não iam abandoná-la. Mais uma prova foi dada no Prêmio Multishow desta terça-feira. E assim, a paraense ganha mais forças para seguir em frente com seu trabalho, cumprir sua agenda (que segue lotada), subir em suas botas estilosas e pisar de salto 15 a quem dizia que ela não sobreviveria sozinha. O nome da premiação de ontem, definitivamente, tem apenas seis letras. Avante, Joelma!

CONFIRA O AGRADECIMENTO DE JOELMA:

Obrigada meus maluquinhos????????????????????????????????????????????????????

Uma publicação compartilhada por Joelma ???? (@joelmaareal) em

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias