rapper

Baco Exu do Blues aponta racismo de motoristas da Uber

Em depoimento postado em rede social, o rapper relatou que motoristas não o deixam subir nos carros

JC Online
JC Online
Publicado em 03/07/2019 às 11:56
Notícia
Foto: Divulgação
Em depoimento postado em rede social, o rapper relatou que motoristas não o deixam subir nos carros - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O rapper baiano Baco Exu do Blues publicou recentemente no seu Instagram uma série de stories em que relata a dificuldade para conseguir pegar um Uber por conta do racismo. O cantor apontou que é comum que os motoristas, mesmo os dos serviços Uber Black, passem direto do local marcado depois de ver quem será o passageiro da viagem.

“Eu não uso Uber normal há muito tempo... Geralmente eu uso o Black ou o Select pelo justamente pelo fato do normal aqui em São Paulo é que, quando para e eu chego perto, eles vão embora. Hoje eu pedi Uber Black, e três Ubers saíram correndo de mim. Três. Não foi um, não foi dois, foram três que saíram correndo de mim”, contou o rapper.

Baco, um dos principais rappers da cena atual, ainda falou que, mesmo ele estando “bonito, arrumado e cheiroso”, os motoristas fogem da corrida ao vê-lo. E completou: “Estou deixando aqui meu recado pra Uber: seus motoristas são extremamente racistas”.

REPOSTA DA UBER

Por meio de nota, a Uber afirmou que leva "esse tipo denúncia muito a sério" e que tem política de "tolerância zero" com a discriminação, além de ressaltar que se mantém aberta para falar com o artista sobre os casos relatados.

Confira a nota na íntegra: "A Uber leva esse tipo denúncia muito a sério. Temos uma política de tolerância zero a qualquer forma de discriminação em viagens realizadas com nossa plataforma. A empresa segue à disposição para falar com o artista e esclarecer o caso o quanto antes."

Últimas notícias