Respeita as minas

No Dia do Rap Nacional, conheça as 5 rappers brasileiras mais ouvidas

Levantamento foi feito pela plataforma Deezer

JC Online
JC Online
Publicado em 06/08/2019 às 16:45
Foto: Instagram/@felipenml/Reprodução
Levantamento foi feito pela plataforma Deezer - FOTO: Foto: Instagram/@felipenml/Reprodução
Leitura:

Há onze anos, o rap – sigla para rhythm and poetry (ritmo e poesia) – feito no Brasil conta com um dia próprio para ser comemorado: 6 de agosto, instituído por lei – aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – o Dia do Rap Nacional.

Mas nos últimos anos, este ritmo tem percebido o espaço que as mulheres vêm conquistando no gênero. E a plataforma Deezer aproveitou a data para levantar dados mundiais nos últimos 12 meses de performance de 13 rappers brasileiras.

De acordo o serviço de música, o público que mais ouve as cantoras de rap é de 18 a 35 anos. São Paulo é a cidade que mais ouve as artistas do gênero. E Irã e França são os países, depois do Brasil, que mais ouvem rap brasileiro feminino na plataforma.

CONHEÇA O TOP 5 DO RAP FEMININO NACIONAL:

 

5) Drik Barbosa

Uma das protagonistas do coletivo Laboratório Fantasma, Drik começou a compor música aos 14 anos. Hoje, está no ranking de mulheres brasileiras do rap mais ouvidas no mundo como top 5. Quem Tem Joga, Poetas no Topo 3.1: Prólogo, Língua dos Campeões, Poetisas no Topo e Inconsequente são suas músicas mais ouvidas. Seu público majoritário tem entre 18 a 25 (55.44%) e 26 a 35 anos (33.89%).

- Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Salvador.

- Países que mais ouvem: Brasil, Portugal, Irã, França e EUA.

 

4) Flora Matos

A música Pretin fez com que Flora Matos estourasse em 2014 e, desde então, a musa emplacou um sucesso atrás do outro. Paradoxo Mítico, Preta da Quebrada, Como Faz e Piloto são suas músicas mais ouvidas. As pessoas que mais ouvem têm entre 18 e 25 anos (57.42%) e 26 e 35 anos (33.9%).

- Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador.

- Países que mais ouvem: Brasil, França, Irã, EUA e Portugal.

 

3) Karol Conka

A rapper mais famosa no Instagram (tem 1,4M de seguidores) se lançou pro espaço em 2014 com Tombei - que, aliás, é a quinta música da cantora mais ouvida no mundo. Nossa Que Isso, Saudade, Todos os Olhos em Nóiz e Kaça são as músicas mais ouvidas e seus maiores fãs têm entre 18 a 25 anos (50.72%) e 26 a 35 anos (37.52%).

- Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Recife.

- Países que mais ouvem: Brasil, França, Irã, EUA e Portugal.

 

2) Negra Li

Uma das rappers mais tradicionais da lista, Negra Li já fez feat. com Chorão na saudosa Não é Sério, sua terceira música mais ouvida mundialmente na plataforma - sendo que a versão acústica ocupa a quinta posição. No primeiro e segundo lugares, respectivamente, estão Favela Vive 3 e Poesia Acústica #7: Céu Azul. Já a quarta faixa de maior audiência é Uma Dança. Seu público majoritário se divide nas idades de 18-25 anos (51.36%) e 26-35 anos (33.02%).

- Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Salvador.

- Países que mais ouvem: Brasil, EUA, Irã, França e Portugal.

 

1) Cynthia Luz

Cynthia Luz começou com vídeos de rap caseiros. Correu atrás de produtores sozinha e entrou para a equipe do MC Froid depois que o rapper conheceu um pouco mais de seu trabalho. Após o lançamento do seu primeiro álbum Do Caos ao Nirvana, no final de 2017, Cynthia tem se mantido ativa e relevante no hip hop, lançando singles com frequência. Me Negaram Amor, Praia do Rosa (Acústico), Ela Tá Que Tá, Eu Não Valho Nada (feat. Cynthia Luz) e Olhares são as músicas mais ouvidas da mineira na plataforma. A maioria de seu público (60.53%) tem entre 18 e 25 anos.

- Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador.

- Países que mais ouvem: Brasil, Irã, EUA, Portugal e França.

Últimas notícias