NICK GORDON

Ex-namorado é responsabilizado pela morte da filha de Whitney Houston

A filha de Whitney Houston foi mantida em coma induzido durante seis meses

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 18/11/2016 às 13:32
AFP
A filha de Whitney Houston foi mantida em coma induzido durante seis meses - FOTO: AFP
Leitura:

O ex-namorado da filha da cantora Whitney Houston foi considerado pela justiça culpado pela morte da jovem. Nick Gordon foi condenado a pagar uma multa de cerca de R$ 123 milhões à família de Bobbi Kristina Brown. Segundo o 'Enterteinment Weekly', o pagamento é uma a indenização ao roubo de fundos de Brown, gastos médicos e compensações por causar dor, sofrimento e morte da vítima.

Nick Gordon teria sido proibido pela família da garota de participar do funeral. Uma fonte próxima a Gordon afirmou à revista People que ele não tem dinheiro e provavelmente não terá como pagar a multa determinada pela justiça. "Ninguém vai conseguir nada dele. Ele não está em uma fase boa e não tem nenhum dinheiro. Ele está prestes a declarar falência e ainda em luto pela morte da namorada."

O pai de Bobbi postou no Instagram uma declaração oficial sua e de seus familiares informando a vitória na justiça.

"Ela tinha futuro na indústria do entretenimento. Ela fazia todos ao redor dela sempre sorrirem, estava sempre contando piadas e era o centro das atenções em qualquer festa", afirmou o músico e empresário Bobby Brown. 

Morte

Após ser encontrada desmaiada em uma banheira em janeiro de 2015, a filha de Whitney Houston foi mantida em coma induzido durante seis meses até morrer em um hospital em julho de 2015, aos 22 anos.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias