POLÊMICA

Coco Raízes de Arcoverde exalta trabalho de Fábio Assunção em documentário

Grupo participou das gravações do documentário que trouxe o ator para Pernambuco

JC Online
JC Online
Publicado em 25/06/2017 às 19:32
Foto: Silveraço/Coco Raízes de Arcoverde
Grupo participou das gravações do documentário que trouxe o ator para Pernambuco - FOTO: Foto: Silveraço/Coco Raízes de Arcoverde
Leitura:

O grupo Coco Raízes de Arcoverde, que participou das gravações do documentário gravado pelo ator Fábio Assunção e a esposa Pally Siqueira, publicou na sua página oficial do Facebook um texto em apoio ao artista. O grupo chegou a lamentar a confusão na qual Assunção esteve envolvido neste fim de semana e lançou luz sobre momentos agradáveis vivenciados com o ator no município de Arcoverde antes dele ser detido pela polícia.

"Nós que fazemos o Coco Raízes de Arcoverde, amigos de Fábio Assunção e Pally Siqueira, viemos a público dizer que lamentamos o ocorrido. Queremos dizer que estamos muito felizes pelo lindo trabalho valoroso que eles realizaram, um trabalho de resgate histórico e cultural,a nossa história", diz trecho do comunicado.

 

Assunção foi detido na madrugada desse sábado (24) por policiais que foram acionados por conta de uma confusão no hospital do município. O ator, que segundo relatos estava visivelmente alterado, chegou a ser detido, mas foi liberado após pagamento de fiança.

"Fábio, nada irá tirar o brilho do seu olhar naquela noite, quando estávamos em cima do palco, todos nós os três grupos de coco de tradição de Arcoverde. Foi Muita emoção e alegria, hoje vocês fazem parte desta grande família que é o Coco Raízes de Arcoverde", finaliza o grupo.

Gravações

Samba de Coco, produção que envolve o grupo Raízes de Arcoverde, Fábio e Pally Siqueira, pernambucana, é um documentário que pode vir a se tornar série, idealizado pelo casal.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias