Vaticano

Papa envia mensagem de apoio ao povo grego

Argentino, que viveu a crise de seu país em 2001, pediu às autoridades da União Europeia e da Grécia que levem em consideração a 'dignidade da pessoa'

Da AFP
Da AFP
Publicado em 01/07/2015 às 12:22
Foto: FILIPPO MONTEFORTE/ AFP
Argentino, que viveu a crise de seu país em 2001, pediu às autoridades da União Europeia e da Grécia que levem em consideração a 'dignidade da pessoa' - FOTO: Foto: FILIPPO MONTEFORTE/ AFP
Leitura:

O papa Francisco enviou uma mensagem de solidariedade ao povo grego, "duramente" afetado por uma crise humana e social "tão complexa como dura", anunciou o Vaticano.

"O Santo Padre deseja que todo o povo grego sinta a sua proximidade, sobretudo as famílias duramente afetadas por uma crise humana e social tão complexa como dura", afirmou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi.

O papa argentino, que viveu pessoalmente em 2001 a crise de seu país pela dívida externa, considerado o maior default soberano da história, pediu às autoridades da União Europeia e da Grécia que levem em consideração a "dignidade da pessoa", explicou Lombardi. 

"A dignidade da pessoa deve permanecer no centro de qualquer debate político e técnico, assim como a hora de tomar decisões responsáveis", pede o pontífice em sua mensagem. 

A crise que a Grécia vive, com bancos fechados até a celebração de um referendo no dia 5 de julho, provoca incerteza em todo o mundo.

Sem um acordo, a Grécia pode falir e sair do euro, um cenário desconhecido, de consequências imprevisíveis.

"As notícias procedentes da Grécia preocupam pela situação social e econômica do país", afirma o chefe a Igreja Católica, quem em sua recente encíclica "Laudato si' defendeu uma "revolução corajosa" para salvar o planeta. No texto ele acusa o sistema econômico e financeiro, sobretudo os bancos, de desprezo aos pobres. 

"O Papa Francisco convida todos os fiéis a rezar pelo bem amado povo grego", completa a nota.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias