COMBUSTÍVEL

Petrobras deve baixar preço da gasolina até o fim deste ano

Atualmente, a gasolina comercializada no Brasil custa 20% a mais em relação ao mesmo produto no mercado internacional

JC Online
JC Online
Publicado em 21/09/2016 às 9:29
Foto: André Nery/JC Imagem
Atualmente, a gasolina comercializada no Brasil custa 20% a mais em relação ao mesmo produto no mercado internacional - FOTO: Foto: André Nery/JC Imagem
Leitura:

A Petrobras pode baixar o preço da gasolina até o fim deste ano. A intenção é que a medida seja anunciada juntamente com novos preços para os combustíveis, a fim de alinhar o valor no Brasil com o mercado externo.

VEJA TAMBÉM - Petrobras descarta ajustes no preço da gasolina e diesel
                          Passada a promoção, preço da gasolina se aproxima dos R$ 4 no Recife
                          Qual é mais vantajoso: álcool ou gasolina? Faça a conta
                          Entenda por que o petróleo está em baixa e a gasolina só faz subir no Brasil

Atualmente, a gasolina comercializada no Brasil custa 20% a mais em relação ao mesmo produto no exterior. O diesel chega a custar 40% a mais. A última alta nos preços combustíveis foi em setembro do ano passado.

Para equiparar os valores com o mercado internacional, a empresa está reduzindo custos e evitando novos investimentos, visando um corte de 25% nos próximos cinco anos. Outra medida que a empresa deve tomar é o aumento na venda de ativos, de US$ 15 bi para US$ 19 bi. 

CONSUMO

Em tempos de gasolina alta, algumas atitudes ao dirigir podem fazer uma grande diferença no bolso.

Se o dono do veículo é daquele que dirige pisando fundo no acelerador, não calibra os pneus, preferir rodar com vidros abertos em alta velocidade e oscila bastante freadas bruscas e coma aceleradas vai contribuir para o veículo se tornar um beberrão. Mecânicos experientes dizem que as recomendações variam de acordo com a situação em que o condutor estiver trafegando: vias de alto fluxo, avenidas com retenções ou estradas. Mas tem uma que vale para qualquer situação. Os pneus são imprescindíveis para quem busca gastar pouco. Se eles estiverem descalibrados irão ajudar a consumir mais do que se imagina. “É bom manter a calibragem dos pneus a cada 15 dias. Ela pode interferir diretamente nessa relação e aumentar o consumo em até 20%”, conta Edgar Paulino, gerente da oficina Auto Vip, tradicional centro automotivo de Olinda.

Existem vícios ao volante que são vilões para o consumo. O anda e para dos congestionamentos faz o veículo consumir mais combustível. Por isso, ao se aproximar de um semáforo, diminua a velocidade e vá parando aos poucos se ele estiver fechado. Isso ajuda a evitar que o carro pare por completo. Nas saídas ele vai consumir mais. Em situações de rodovias, quando muitos condutores andam mais rápido, o recomendado é não andar com os vidros abertos se o veículo estiver acima dos 80 km/h

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias