Índice de Preços

Preços em alimentos, refino e metalurgia puxaram recuo, diz IBGE

As indústrias alimentícias, metalurgia, refino de petróleo, álcool e outros produtos químicos registraram deflação de 0,99%

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 29/08/2017 às 9:54
Foto: Pixabay/ Reprodução
As indústrias alimentícias, metalurgia, refino de petróleo, álcool e outros produtos químicos registraram deflação de 0,99% - FOTO: Foto: Pixabay/ Reprodução
Leitura:

As quedas nos preços de produtos das indústrias alimentícia, refino de petróleo e produtos de álcool, outros produtos químicos e metalurgia puxaram a deflação de 0,99% registrada pelo Índice de Preços ao Produtor (IPP) de julho, informou nesta terça-feira (29), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as 24 atividades industriais pesquisadas, 18 apresentaram variações negativas em julho.

As quatro maiores reduções foram observadas nas atividades industriais de perfumaria, sabões e produtos de limpeza (2,22%), alimentos (2%), fumo (1,95%) e indústrias extrativas (1,81%).

Contribuições

Em termos de influência, as maiores contribuições para a formação total da taxa do IPP foram de alimentos (-0,41 ponto porcentual), refino de petróleo e produtos de álcool (-0,14 ponto porcentual), outros produtos químicos (-0,14 ponto porcentual) e metalurgia (-0,11 ponto porcentual).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias