RELATÓRIO

TCU diz que metade dos recursos do BNDES para obras no exterior foi desviada

O Tribunal estima que que houve desvio R$ 21 bilhões dos recursos aplicados pelo banco em linhas de crédito

JC Online
JC Online
Publicado em 29/08/2019 às 10:17
Notícia
Foto: Arquivo/ABr
O Tribunal estima que que houve desvio R$ 21 bilhões dos recursos aplicados pelo banco em linhas de crédito - FOTO: Foto: Arquivo/ABr
Leitura:

Um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), apresentado pelo ministro Augusto Sherman, estima que houve desvio R$ 21 bilhões dos recursos aplicados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em obras no exterior, o que representa 50% da verba liberada em linhas de crédito. As informações são do site Poder360.

No relatório, o ministro afirma que as auditorias fiscais identificaram um rombo nos financiamentos de obras rodoviárias, com desvio de 50,41% do valor total dos empreendimentos, de energia elétrica (46,73%), infraestrutura urbana (45,38%) e portos (64%).

De acordo com o ministro, 5,25 bilhões de dólares podem ter sido desviados, isso porque o desvio era de 50% e o BNDES havia liberado 10,5 bilhões de dólares em linhas de financiamento.

Relatório aprovado

Nessa quarta-feira (28), o plenário do TCU aprovou o relatório de Sherman, com isso, pessoas e empresas envolvidas nos financiamentos devem apresentar, em até 60 dias, justificativas sobre suas respectivas participações nos indícios de irregularidades.

O BNDES também terá que apresentar ao TCU, no máximo em 90 dias, as providências eventualmente já adotadas para impedir novos desvios em linha de crédito de apoio à exportação de serviços de engenharia e bens.

A decisão e o relatório também serão encaminhados ao BNDES, ao Ministério da Economia, à Secretaria Geral da Presidência da República, à CPI da Câmara dos Deputados sobre operações do BNDES e à Procuradoria Geral da República (PGR).

Últimas notícias