Artesanato

Artesãos de Pernambuco podem se inscrever para participar da 21ª Fenearte

Programa de Artesanato Brasileiro vai abrir 34 vagas para seu estande

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 19/02/2020 às 16:34
Notícia
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Programa de Artesanato Brasileiro vai abrir 34 vagas para seu estande - FOTO: Foto: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

O Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) em Pernambuco abre nesta sexta-feira (21), as inscrições para o seu estande na 21ª Fenearte. Os interessados irão concorrer a 34 vagas gratuitas para comercializar suas peças durante os 12 dias da feira, que acontece entre 01 e 12 de julho.

As inscrições acontecem entre 21 de fevereiro a 21 de março, no site da própria Fenearte. Lá também é possível conferir o edital de seleção, que contém todas as informações para os candidatos. Os selecionados deverão arcar apenas com suas despesas de passagem, alimentação, traslados e hospedagem, caso necessário.

Podem participar artesãos residentes em Pernambuco, que sejam cadastrados no SICAB, com a carteira de artesão dentro da validade e que exponham no Centro de Artesanato de Pernambuco. Também será permitida a inscrição de artesãos e entidades com a carteira de artesão válida que não se enquadrem nos critérios para comercialização no Centro de Artesanato.

Balanço da edição 2019

Em 2019, a Fenearte movimentou R$ 45 milhões em negócios nos nos doze dias de duração do evento, que completou sua 20ª edição. O valor ficou R$ 3 milhões acima do que no ano anterior. De acordo com a organização, 300 mil pessoas visitaram o evento no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. 

No total, cinco mil expositores participaram da feira, que ocupou 30 mil metros quadrados divididos em 800 estandes. Desse total, 70% foram de artesãos pernambucanos. A Fenearte também contou com a participação de 82 espaços ocupados por prefeituras de Pernambuco, reunindo a produção artesanal de diversas regiões do Estado. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias