Amistoso

Golaço de James Rodríguez faz Colômbia bater Canadá

Colômbia venceu o Canadá por 1 a 0, em amistoso encerrado no início da madrugada desta quarta-feira, em New Jersey

Danilo Galindo
Danilo Galindo
Publicado em 15/10/2014 às 10:04
Foto: Archivo Latino y FCF
Colômbia venceu o Canadá por 1 a 0, em amistoso encerrado no início da madrugada desta quarta-feira, em New Jersey - FOTO: Foto: Archivo Latino y FCF
Leitura:

Graças a um golaço marcado por James Rodríguez, a Colômbia venceu o Canadá por 1 a 0, em amistoso encerrado no início da madrugada desta quarta-feira, em New Jersey, nos Estados Unidos. O artilheiro da Copa do Mundo de 2014 acertou um lindo chute de fora da área para decretar o triunfo da seleção colombiana.

Aos 29 minutos do segundo tempo, a Colômbia cobrou rapidamente uma falta da intermediária e o meio-campista do Real Madrid soltou a bomba de longa distância, acertando o ângulo esquerdo do goleiro canadense.

Após marcar, James Rodríguez comemorou de forma efusiva e fez questão de abraçar o técnico José Pekerman, cuja mãe faleceu na última segunda-feira na Argentina, sua terra natal. Apesar da morte, o treinador só optou por retornar ao seu país após o amistoso em solo norte-americano. 

Em outros confrontos que foram iniciados no final da noite de terça-feira, o Equador fez bonito ao golear El Salvador por 5 a 1, também nos Estados Unidos, com dois gols de Enner Valência e dois de João Plata, enquanto o Chile decepcionou ao não passar de um empate por 2 a 2 com a Bolívia, em casa, na cidade de Coquimbo. A igualdade só foi garantida no minuto final do duelo, em pênalti cobrado por Arturo Vidal, depois de Aránguiz ter marcado o primeiro gol chileno no confronto. 

Os Estados Unidos, por sua vez, apenas empataram por 1 a 1 com a frágil seleção de Honduras, em casa, na Flórida, enquanto o Peru derrotou a Guatemala por 1 a 0, em Lima.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias