Seleção

Neymar sabe trabalhar sob pressão, diz Dunga sobre faixa de capitão

Jogador assumiu a faixa de capitão no confronto contra a Colômbia, em setembro, o primeiro sob a nova era Dunga

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 23/12/2014 às 9:38
Foto: AFP
Jogador assumiu a faixa de capitão no confronto contra a Colômbia, em setembro, o primeiro sob a nova era Dunga - Foto: AFP
Leitura:

Cinco meses após assumir a seleção brasileira, o técnico Dunga revelou que escolheu Neymar como o novo capitão de sua equipe pelo fato do atacante do Barcelona saber trabalhar sob pressão. De acordo com o treinador, a faixa usada pelo jogador também ajuda a desviar o foco do restante dos jogadores.

"É uma referência do futebol brasileiro, do futebol mundial, tecnicamente. Todos os problemas que o Brasil teve em 2014 por causa da questão de liderança nos fez tirar o foco dos demais jogadores que estavam sendo pressionados e colocamos o Neymar porque ele sabe trabalhar bem com a pressão e cobrança. A faixa de capitão encorpou ele mais, ele se sentiu mais responsável pelo grupo. Ele trabalha bem e está crescendo", disse Dunga ao programa "Entrevista SporTV".

Neymar assumiu a faixa de capitão no confronto contra a Colômbia, em setembro, o primeiro sob a nova era Dunga. Na oportunidade, o zagueiro Thiago Silva, capitão na Copa do Mundo, não foi convocado já que se recuperava de uma lesão.

Em novembro, o zagueiro retornou à seleção brasileira para os amistosos contra Turquia e Áustria e afirmou que ficou chateado por não ser mais o capitão e cobrou conversa com Neymar. Depois da repercussão, o jogador do Paris Saint-Germain procurou Dunga para esclarecer a insatisfação.

Na entrevista ao SporTV, Dunga afirmou que a parceria entre a seleção e Neymar pode render frutos aos dois lados.

"A gente torce pra isso [seja eleito o melhor do mundo]. Eu falei que todos nós vamos ajudar o Neymar a ser o melhor do mundo. Ele vai nos ajudar na seleção, mas a seleção, os jogadores, tem que ter a questão mental e a gente vai ajudando o Neymar. Ajudando a seleção, nos ajudando, tanto o Neymar pode ser o melhor do mundo, como nós podemos atingir nosso objetivo", acrescentou.

Dunga também afirmou que o principal objetivo da seleção brasileira é a classificação para a Copa de 2018. No entanto, o treinador afirmou que, em se tratando de Brasil, os treinos e amistosos são muito importantes.

"O objetivo é a classificação para a Copa do Mundo. Mas, o Brasil, se tratando de Brasil, amistoso já conta muito. A gente fala que amistoso não vale nada, até perder. Então, aí começa a contar. A Copa América é uma competição oficial e nós temos colocado para os jogadores que eles têm que ganhar [até] treinamento. Imagina a Copa América", completou.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias