Série D

Na segunda fase da Série D, Salgueiro e Central mantêm vivo o sonho do acesso

Equipes se classificaram à segunda fase da Série D neste domingo (9)

Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 10/06/2019 às 14:53
Análise
Divulgação/Salgueiro
Equipes se classificaram à segunda fase da Série D neste domingo (9) - FOTO: Divulgação/Salgueiro
Leitura:

Classificados à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D, Salgueiro e Central mantêm vivo o sonho do acesso. O Carcará volta a enfrentar o Fluminense de Feira, enquanto a Patativa disputa uma vaga nas oitavas de final com a Jacuipense. A missão, no entanto, não é nada fácil. Para chegar a Série C, a dupla pernambucana tem que passar por três mata-matas.

Sem nenhuma derrota na competição, o Salgueiro se classificou em segundo lugar do Grupo A8 com dez pontos. Contra o Fluminense de Feira, adversário que já enfrentou na fase de grupos, o Carcará faz a primeira partida no Cornélio de Barros, neste domingo (16), e decide a classificação em Feira de Santana, no dia 23 de junho. Caso avance de fase, o Salgueiro enfrenta o vencedor do confronto entre Asa e Itabaiana.

"Saímos invicto na primeira fase, com muita dificuldade, um time renovado e bastante focado na competição. Sabemos que é muito difícil a Série D, os investimentos são diferentes, o Salgueiro tem um investimento curto em relação aos adversários, mantivemos uma  base do Campeonato Pernambucano, com a esperança de conquistar o acesso a Série C, lugar de onde não deveríamos ter saído", destacou Carlos José, diretor de futebol do Salgueiro.

Com três vitórias e três derrotas na primeira fase, o Central se classificou como o segundo colocado do Grupo A5 com nove pontos. Assim como o Salgueiro, a Patativa vai decidir uma vaga na próxima fase fora de casa. O primeiro jogo contra a Jacuipense acontece no Lacerdão, neste domingo (16), enquanto a decisão será no dia 23 de junho, na Bahia. Classificando, o time de Caruaru enfrenta América-RN ou Bahia de Feira*.

"Para a gente foi uma luta muito grande, porque há mais de quatro anos estamos tentando nos classificar. Fizemos um trabalho muito difícil, tivemos que montar um time em 40 dias e de imediato já colocar em ação. Conseguimos essa classificação com muita luta e garra, pedimos o apoio do nosso torcedor, no ano do centenário do clube, foi um ponto fundamental. Então não poderíamos estar de fora e vamos continuar lutando", comemorou o presidente do Central, Clóvis Lucena.

AMÉRICA-PE

*Outro representante de Pernambuco na Série D, o América-PE terminou a fase de grupos na terceira colocação do Grupo A6 com dez pontos. A eliminação do Mequinha, no entanto, ainda não está confirmada. Isso porque, o Bahia de Feira, que terminou em segundo lugar, é acusado de escalar o volante Edimar de forma irregular, podendo ser punido com uma desclassificação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias