Felipe Melo

Efeito suspensivo libera Felipe Melo para defender Palmeiras

STJD havia suspendido o jogador por quatro jogos devido a expulsão contra o Bahia

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 27/08/2019 às 13:56
Notícia
Reprodução/Instagram
STJD havia suspendido o jogador por quatro jogos devido a expulsão contra o Bahia - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O volante Felipe Melo, do Palmeiras, conseguiu nesta terça-feira um efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, e está liberado para voltar a atuar pelo Campeonato Brasileiro. Na última semana, o jogador havia sido punido com quatro partidas de suspensão por ter agredido o atacante Lucca, do Bahia, mas agora, com esta última decisão, poderá atuar normalmente enquanto um novo julgamento não for realizado.

O efeito suspensivo deixa o jogador liberado para entrar em campo neste domingo, estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, contra o Flamengo, pela 17.ª rodada. Felipe Melo já cumpriu uma partida de suspensão automática ao não ter atuado diante do Grêmio, em Porto Alegre, no empate por 1 a 1. Por coincidência, o volante não enfrentará a equipe gaúcha nesta terça-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pois terá de cumprir suspensão pela Copa Libertadores por ter sido expulso na partida anterior.

A auditora do STJD, Arlete Mesquita, foi quem deferiu o efeito suspensivo. Felipe Melo havia sido punido por unanimidade dos votos no julgamento da última semana. A pena máxima prevista no artigo 254-A era de 12 jogos, mas os auditores optaram pela mínima, de quatro partidas de suspensão. Pela previsão inicial, o volante ficaria fora dos compromissos contra Flamengo, Goiás e Fluminense.

Histórico

Felipe Melo está no clube desde 2017, tem 36 anos e nesta temporada defendeu a equipe em 35 jogos, com quatro gols marcados. Como está suspenso da partida contra o Grêmio, o jogador será substituído por Thiago Santos na partida pela rodada de volta das quartas de final da Libertadores.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias