MATEMÁTICA

Náutico tem de vencer os dois jogos e torcer por uma derrota do Bahia

Alvirrubros já sabem a conta que precisam fazer para conquistar o difícil acesso

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 14/11/2016 às 8:04
Foto: JC Imagem
Alvirrubros já sabem a conta que precisam fazer para conquistar o difícil acesso - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Apesar de a situação do Náutico ter se complicado bastante na luta pelo acesso à Série A do Brasileiro, nada está perdido. Restando duas rodadas para o término da Série B, o Timbu (5º colocado, com 57 pontos) não depende mais de si para entrar no G-4. Agora, para subir, os alvirrubros terão de vencer os seus dois últimos jogos e ainda torcer por uma derrota do Bahia (4º, com 60) em pelo menos um de seus compromissos - os baianos encaram o Bragantino, no próximo sábado, na Arena Fonte Nova (BA), e fecham a Segundona diante do campeão Atlético-GO, no estádio Serra Dourada (GO). Se isso acontecer, as duas equipes terminam o campeonato empatados nos pontos, mas com os pernambucanos levando vantagem no número de vitórias.

“O Vasco ganhou e para mim já foi. O Avaí botou uma distância de cinco pontos e restando dois jogos é muito complicado chegar (até os catarinenses). Já com o empate do Bahia (contra o Luverdense) passamos a ter uma chance. O último jogo deles será contra o Atlético-GO lá. Quem sabe se eles tropeçarem e nós ganharmos os dois jogos podemos conseguir esse tão difícil acesso”, disse Givanildo Oliveira.

 

Porém, antes de pensar na última rodada da competição, o treinador timbu sabe que precisa fazer uma semana excelente para não amargar nova derrota fora de casa - já são três consecutivas, contra Luverdense, CRB e Avaí - e assim pôr fim de vez ao sonho de chegar à elite do futebol brasileiro.

“Temos de passar primeiro pelo Tupi-MG (sábado), porque se não acabou tudo. Sabemos que eles já estão rebaixados, mas sempre tem uma mala para incentivar. Na última rodada, então, ela vai chegar de tudo que é lado. Por isso, temos de estar preparados. Agora é respirar e pensar o que vamos fazer durante a semana, quem sabe uma remontagem no time e colocar o que tivermos de melhor para ganhar”, explicou o comandante alvirrubro.

DESFALQUE

Uma dessas modificações que Giva poderia fazer seria a de promover Maylson à titularidade, mas o volante acabou sendo expulso diante do Avaí e terá de cumprir suspensão automática contra a equipe mineira. Ainda no setor de meio de campo, o técnico timbu vai avaliar a condição de Marco Antônio, que vem sentindo bastante o desgaste físico e nos dois últimos jogos acabou sendo substituído com dores musculares.

O elenco do Náutico se reapresenta nesta segunda-feira, às 15h30, no CT Wilson Campos, e só viaja para Juiz de Fora (MG) na próxima quinta-feira.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias