União

Técnico do Náutico valoriza respeito na briga pela titularidade

Jogadores mais experientes tem ressaltado o bom momento vivido pelos garotos da base alvirrubra

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 21/03/2019 às 10:41
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Jogadores mais experientes tem ressaltado o bom momento vivido pelos garotos da base alvirrubra - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Ao vencer o Vitória por 3 a 0 nessa quarta-feira e avançar de fase no Campeonato Pernambucano, a evolução da equipe do Náutico consolidou-se mais. O nível de atuação subiu, tanto que a classificação veio sem muitos sustos. Este crescimento aconteceu também em um período difícil, em que o técnico não poderia contar com peças importantes. Wallace Pernambucano e Jorge Henrique estiveram machucados e Maylson ainda busca uma melhor condição física. Agora, os três têm entrado e somado positivamente ao bom momento do time.

Outro ponto que dá para se destacar nesta condição é o respeito que os atletas, considerados titulares absolutos da equipe, têm pelos companheiros. Jorge Henrique já havia dito em coletiva anterior a semifinal, que “não era justo eles (Thiago e Odilávio, oriundos da base) saírem” para que ele e Wallace começassem como titulares diante do Santa Cruz. Ainda afirmou que era “o momento deles”, dos garotos, entre os 11 iniciais do Náutico. Companheirismo que orgulha o comandante.

“Realmente mostra nível profissional dos atletas. Maylson sempre muito positivo, Jorge Henrique pelas próprias declarações, Wallace. Cada uma tem sua personalidade, forma de aceitar ou não, mas aqui é tranquilo porque temos respeito de todos. Realmente iniciamos treinamentos, mas o que pesa são os jogos e necessitamos de vitórias”, falou Márcio Goiano.

TEMPO PARA TREINO

O Náutico encara o Altos no próximo sábado, pela Copa do Nordeste, no estádio dos Aflitos, às 18h. Depois, só joga no outro sábado, também pelo Nordestão, diante do Vitória. É a primeira vez após o Carnaval que o time terá um tempo maior para treinar. Assim, há a possibilidade de fazer novos testes e correções. E este tempo a mais é comemorado pelo treinador, que ressalta a fase decisiva que o Náutico está passando. Reta final do Pernambucano, além da busca pela classificação para o mata-mata do Regional.

“No futebol, às vezes, um dia (a mais de treino) faz diferença e o atleta tem esse dia aproveitado. Com relação a grupo, trabalho, respeito. Estamos em um momento decisivo. Todo mundo é importante. Importante exaltar a importância de todos nesse momento. Lógico, todo mundo quer jogar, faz parte da profissão. Acima de tudo respeito profissional no dia a dia e isso é muito importante”, encerrou Márcio.

Últimas notícias