NÁUTICO

Folha salarial de R$ 500 mil será inicial para 2020 no Náutico

Vice de futebol projeta crescimento à medida em que novas receitas forem somadas ao longo do ano

Diego Borges
Diego Borges
Publicado em 21/10/2019 às 14:26
Notícia
Foto: Arquivo Rádio Jornal
Vice de futebol projeta crescimento à medida em que novas receitas forem somadas ao longo do ano - FOTO: Foto: Arquivo Rádio Jornal
Leitura:

Dando sequência ao planejamento da temporada 2020, os membros do poder executivo do Náutico já têm em mente o montante que será destinado para cumprir as obrigações da folha salarial ao longo do ano, sem que atrasos aconteçam, tal qual em 2019.

Em entrevista à Rádio Jornal, o vice-presidente de futebol alvirrubro, Diógenes Braga, revelou que o total da folha que iniciará o ano em que o clube retorna à Série B terá o total de R$ 500 mil.

"A gente quer iniciar o ano com uma folha que gira ao redor de R$ 500 mil, para início do ano", apontou o dirigente, ao relembrar o acréscimo realizado ao longo da atual temporada. "A gente iniciou o ano com R$ 230 mil (de folha) e terminamos com R$ 360 mil."

OUTRAS RECEITAS

Para Diógenes Braga, o mesmo incremento de recursos deve acontecer em 2020, de acordo com o acréscimo das receitas que o clube projeta ao longo da temporada. "Tem a possibilidade de avanço nas copas (do Nordeste e do Brasil), negociações de atletas, patrocínios extra", exemplificou, antes de justificar.

"Existem dois caminhos: iniciar o ano com uma folha que você aposta que vai conseguir dinheiro para pagar, ou iniciar com uma folha com o dinheiro que você tem em mãos e aumentar à medida em que capta recursos", apontou Diógenes.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias