DE VOLTA

Liberado pelo Fortaleza, Kieza desembarca e já veste camisa do Náutico

Após sete anos, ídolo do clube volta aos Aflitos para reforçar elenco de Gilmar Dal Pozzo

Fernando Castro Fernando Castro
Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 07/01/2020 às 21:08
Filipe Jordão/JC Imagem
Após sete anos, ídolo do clube volta aos Aflitos para reforçar elenco de Gilmar Dal Pozzo - FOTO: Filipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

O anúncio oficial do Náutico só foi realizado no fim da noite desta terça-feira (7), mas o atacante Kieza já estava nos braços da torcida alvirrubra desde o começo da noite. Vários torcedores foram ao Aeroporto Internacional do Recife para recepcionar o jogador, que no momento não concedeu entrevista no saguão, mas posou para vários fotos com os torcedores. Depois de sete anos, o ídolo alvirrubro vai para sua terceira passagem pelo clube.

>> De forma oficial, Náutico anuncia contratação de Kieza

>> Presidente Edno Melo toma posse no Náutico

>> Atacante Kieza só marcou dois gols em 2019

Kieza foi recepcionado pela gerência de comunicação do Náutico, mas não falou com a imprensa. Empresário do jogador, Igor Albuquerque disse a reportagem do Jornal do Commercio e Blog do Torcedor que faltavam pequenos ajustes para a assinatura do contrato. O Náutico, porém, confirmou oficialmente a contratação ainda na noite da terça (7).

O Náutico vinha negociando a contratação de Kieza há mais de um mês e enfrentava alguns desafios para fechar o retorno do atacante. O salário acima do patamar financeiro do clube foi o primeiro entrave para o retorno do atacante, mas depois de algumas negociações, a diretoria alvirrubra e o jogador chegaram a um acordo. Faltava então a liberação do Fortaleza. A princípio o técnico Rogério Ceni contava com o jogador para a temporada, mas o atacante foi liberado nesta terça.

Com a vontade de retornar ao Náutico, Kieza junto com o empresário Igor Albuquerque se reuniu nesta terça-feira com o técnico Rogério Ceni e a diretoria do Fortaleza. Após a conversa, as partes chegaram a um acordo para liberar o atacante.

ÍDOLO

Ídolo do Náutico, Kieza foi fundamental na campanha do acesso à Série A, em 2011, sendo o artilheiro da Segunda Divisão com 21 gols marcados. Na segunda passagem pelo clube, no ano seguinte, se destacou na elite do futebol brasileiro, ajudando o Timbu a se classificar para a Copa Sul-Americana de 2013. Ao todo, com a camisa alvirrubra, o centroavante disputou 70 partidas e marcou 43 gols.

Kieza deixou o Náutico pela primeira vez no final da temporada de 2011 para defender o Shabab Dubai, da Arábia Saudita. Sete meses depois, o atacante retornou ao Náutico para a disputa da Série A. Após bom desempenho disputando a Primeira Divisão com a camisa alvirrubra, Kieza foi vendido no início de 2013 para o Shanghai Shenxin, da China.

Últimas notícias