Diego Silva

Contra o Petrolina, zagueiro Diego Silva deve voltar a ser titular no Náutico

Defensor ficou de fora da estreia na Copa do Nordeste por conta da expulsão no segundo jogo da final da Série C, no ano passado

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 26/01/2020 às 8:18
Notícia
Léo Lemos/Náutico
Defensor ficou de fora da estreia na Copa do Nordeste por conta da expulsão no segundo jogo da final da Série C, no ano passado - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Depois de ficar de fora da estreia na Copa do Nordeste contra o River-PI, por ter sido expulso no segundo jogo da final da Série C no ano passado, o zagueiro Diego Silva deve ser titular no Náutico pela primeira vez na temporada. Para enfrentar o Petrolina, neste domingo (26), pelo Campeonato Pernambucano, o Timbu vai entrar em campo com uma equipe alternativa e o defensor alvirrubro é um dos poucos jogadores remanescentes do elenco do ano passado.

Titular durante a maior parte da Série C do ano passado, Diego Silva perdeu parte da pré-temporada do Náutico por conta de um desconforto na região do púbis e um desequilíbrio muscular. Recuperado, o zagueiro volta para tentar ajudar o time a conquistar a primeira vitória em 2020. Nos dois primeiros jogos oficiais do ano, o Timbu empatou duas vezes. Apesar dos resultados negativos, o defensor encara a pressão com naturalidade.

“A pressão é normal, sempre vai existir, a gente sabe que ainda falta muito para chegarmos aquela fase perfeita. O professor disse que vai dar oportunidade para todo mundo e eu acredito que quem estiver bem preparado vai dar conta do recado. Apesar de ser um grupo jovem, é bastante qualificado e eu acho que não vão sentir não. Acredito que vamos fazer uma boa partida em Petrolina e a gente vai voltar de lá com o resultado positivo", avaliou Diego.

JÁ CONHECE

Na quinta temporada defendendo o Náutico, o zagueiro de 26 anos conhece bem o Petrolina e o Campeonato Pernambucano. O jogador alertou para as dificuldades que o time alvirrubro vai encontrar na partida, principalmente em relação ao gramado do estádio Paulo Coelho. Com a bola rolando a partir das 16h, o forte calor deve ser outro desafio para o Timbu. De ônibus, a delegação alvirrubra viajou cerca de 12 horas para chegar em Petrolina, durante a madrugada deste sábado (25).

"Já enfrentei o Petrolina, a gente sabe da dificuldade que é jogar lá. O campo também não ajuda muito, sabemos que vai ser um jogo difícil, mas a nossa equipe está bastante preparada para enfrentar todas as adversidades que tiver pela frente e voltar com os três pontos e trazer a primeira vitória para dentro de casa", destacou o zagueiro alvirrubro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias