Maratona

Com sequência grande de jogos, Náutico vai continuar rodando o elenco

A promessa do clube é que o técnico Gilmar Dal Pozzo dê oportunidades para todos os jogadores do elenco

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 28/01/2020 às 7:38
Notícia
Caio Falcão/CNC
A promessa do clube é que o técnico Gilmar Dal Pozzo dê oportunidades para todos os jogadores do elenco - Caio Falcão/CNC
Leitura:

Ainda é início de temporada, mas o Náutico vai enfrentar pela frente uma grande sequência de jogos. Com uma média de um jogo a cada três dias, a diretoria do clube e a comissão técnica enxergam necessidade de rodar o elenco e dar oportunidades a todos os jogadores. O jogo do último domingo (26), contra o Petrolina, pelo Campeonato Pernambucano, foi o primeiro em que o técnico Gilmar Dal Pozzo mandou a campo uma equipe alternativa, o que deve se repetir.

Até o momento, nas primeiras partidas oficiais da temporada, foram três jogos em oito dias. E a maratona vai continuar. Nos próximos 15 dias, o Náutico entra em campo em quatro oportunidades. Contra o Decisão, nesta quarta-feira (29), por exemplo, o atacante Kieza deve ter a oportunidade de começar um jogo como titular pela primeira vez desde que retornou ao clube. Para ter um maior tempo de recuperação, o elenco alvirrubro vê com bons olhos a rotatividade.

"Vai ser jogo em cima de jogo, então é preciso ter um elenco recheado para fazer modificações. Estamos bem preparados, treinamos quase 50 dias, mas mesmo assim de um jogo para outro vamos ter pouco tempo, é bom para todo mundo jogar, buscar o seu espaço, é interessante. O elenco tem totais condições de repor as peças, estamos preparados e treinados para fazer isso, acredito que o time que estiver em campo vai estar brigando para poder vencer", comentou o meia Jean Carlos.

JEFFERSON

Apesar de querer sempre estar sempre dentro de campo para não perder ritmo de jogo, o goleiro Jefferson também enxerga vantagens em rodar o elenco e defendeu o planejamento do clube. Poupado contra o Petrolina, no último jogo, o 'camisa 1' do Timbu deu lugar a Marcão, que fez o primeiro jogo com a camisa alvirrubra.

“A gente vê com bons olhos, é um planejamento do clube e da comissão técnica. São muitos jogos e a temporada é longa, as vezes não dá para recuperar, inclusive o grupo que jogou domingo teve um descanso merecido. Para goleiro é difícil ficar dois ou três jogos de fora, mas um eu acho válido esse descanso, claro que o atleta quer jogar todos os jogos, mas a gente respeita, é um planejamento e ele vai ser seguido, vai ser bom para o Náutico e só vai nos acrescentar", avaliou o goleiro Jefferson.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias