Aflitos

Diretoria do Náutico revela que não há risco de desabamento nos Aflitos

Após um caminhão bater em uma pilastra de sustentação, a área foi interditada

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 21/02/2020 às 18:17
Notícia
Filipe Farias/JC
Após um caminhão bater em uma pilastra de sustentação, a área foi interditada - Filipe Farias/JC
Leitura:

Depois de um caminhão bater em uma pilastra que sustenta um trecho da arquibancada do estádio dos Aflitos, o vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, revelou que engenheiros observaram o local e descartaram o risco de desabamento. Como medida de prevenção, após o acidente, o setor foi interditado. De acordo com a avaliação dos especialistas, a coluna está sem função.

"Os engenheiros observaram o acidente, um caminhão manobrando acabou batendo na pilastra e tirou a integridade dela, que está sem função. O engenheiro coloca que o risco de desabamento é zero, não há, mas como medida de prevenção, isolamos o trecho, levando em conta a junta de dilatação de cada lado, isolando esse trecho perto da pilastra, tirando qualquer risco de acidente", comentou Diógenes Braga.

PREVISÃO

O Náutico trabalha agora na reconstrução da coluna. De acordo com o vice-presidente alvirrubro, ainda não existe um prazo para que o serviço seja realizado. Diógenes Braga acredita que o reparo seja rápido. Segundo ele, o engenheiro avaliou que a estrutura pode ser refeita de alvenaria ou com um material metálico, que levaria menos tempo.

"Agora é proceder com a reconstrução da pilastra, obedecendo as orientações dos engenheiros, para resolver o mais rápido possível. A princípio não (previsão), acabou de acontecer, o primeiro passo foi a precaução em relação ao jogo, de como proceder, isolamos a área e a partir de agora vamos contratar uma empresa para fazer o serviço, a gente acredita que não vai levar muito tempo", destacou Diógenes.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias