Gilmar Dal Pozzo

Gilmar Dal Pozzo enfrenta desafios para fazer o Náutico voltar a render

Náutico não vence há quatro jogos e tem pela frente uma sequência decisiva na Copa do Nordeste

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 03/03/2020 às 7:23
Notícia
Bobby Fabisak/JC Imagem
Náutico não vence há quatro jogos e tem pela frente uma sequência decisiva na Copa do Nordeste - FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O momento do Náutico na temporada não é positivo. Depois da eliminação nos pênaltis para o Botafogo na Copa do Brasil, o time sentiu o baque e desde então não tem conseguido render dentro de campo. Sem conseguir vencer a quatro jogos, a equipe ainda vem sofrendo com constantes lesões no elenco, dificultando também o trabalho do técnico Gilmar Dal Pozzo e da comissão técnica, que enfrentam agora desafios para fazer com que o Timbu volte a render. Com os resultados ruins e a queda de rendimento do time, o treinador alvirrubro já sofre pressão da torcida, sendo alvo de críticas.

"A eliminação na Copa do Brasil pode ter um reflexo sim no momento, até porque em jogos anteriores o Náutico teve performances boas e a partir do jogo contra o Botafogo as coisas começaram a dar errado. As lesões também estão nos atrapalhando bastante, mas o momento agora é ter a cabeça fria, saber que o grupo é qualificado, continuar trabalhando forte, ver o que estamos errando, para que a gente consiga novamente retomar as vitórias. Infelizmente nesse momento uma nuvem carregada está passando por cima do Náutico e a gente tem que tentar reverter de todas as formas", avaliou o auxiliar técnico Luciano Borges, que comandou a equipe na derrota contra o Santa Cruz.

O principal desafio de Gilmar Dal Pozzo atualmente é encontrar soluções para o ataque. Em menos de um mês, os atacantes Álvaro e Matheus Carvalho romperam o ligamento do joelho e vão desfalcar a equipe por pelo menos seis meses. Alternativa para atuar na ponta esquerda do ataque, o paraguaio Guillermo Paiva sofreu uma lesão muscular de grau 2 na coxa e vai precisar de dez a 15 dias para se recuperar. Buscando alternativas para a ponta esquerda do ataque, o treinador do Náutico testou o volante Jhonnatan improvisado no setor nos últimos dois jogos, mas a escolha acabou não funcionando.

Mesmo com os desfalques do ataque, Gilmar Dal Pozzo tem alternado pouco o esquema de jogo do Náutico, atuando sempre com três atacantes. Essa é uma das críticas que o técnico vem sofrendo por parte dos torcedores. Durante o segundo tempo do último clássico, Jhonnatan chegou a ser recuado para o meio campo, com Jean Carlos, Erick e Kieza posicionados mais na frente. No entanto, com o pouco tempo somado a apatia e bagunça do time dentro de campo, a modificação não surtiu efeito.

Por fim, durante o clássico contra o Santa Cruz, Náutico ganhou mais um problema. O zagueiro Ronaldo Alves caiu sozinho no campo ainda no primeiro tempo e teve uma lesão no tendão de Aquiles. O defensor deve ser desfalque por cerca de quatro meses. Apesar do momento conturbado, o Timbu não tem muito tempo para lamentar a situação. Já na próxima quarta-feira, a equipe tem um jogo decisivo contra o CRB, pela Copa do Nordeste. Depois de tropeçar em casa contra o ABC, o time alvirrubro precisa reagir para não deixar a classificação às quartas de finais escapar, tendo em vista que ainda enfrenta o Fortaleza e Bahia nas duas últimas rodadas.

DECISÃO

"É um momento que temos que ter tranquilidade, até porque nós que estamos no comando aqui, sabemos que em algum momento dentro do trabalho essa fase ruim pode vir a acontecer. No ano passado, na Série C, o Náutico também passou por um momento conturbado, mas a gente conseguiu retomar e no final conseguimos o acesso à Série B e o título. Já temos uma decisão contra o CRB pela frente, vamos trabalhar e nos preparar para que a gente possa voltar a vencer e o clube andar de uma forma positiva", destacou Luciano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias