tênis

Nadal é derrotado de virada para Kyrgios em Acapulco

Rafael Nadal era o grande favorito ao título do torneio de Acapulco. Kyrgios ainda superou problema estomacal para triunfar

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 28/02/2019 às 9:13
Reprodução/Twitter
Rafael Nadal era o grande favorito ao título do torneio de Acapulco. Kyrgios ainda superou problema estomacal para triunfar - FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

Nick Kyrgios superou problemas estomacais e surpreendeu no Torneio de Acapulco ao eliminar Rafael Nadal, o principal favorito ao título do evento mexicano, em partida concluída na madrugada desta quinta-feira, para se classificar às quartas de final. O australiano, 72º colocado no ranking da ATP, venceu o espanhol por 3/6, 7/6 (7/2) e 7/6 (8/6). Ele quebrou uma sequência de sete derrotas para tenistas do Top 10, sendo que Nadal hoje é o número 2 do mundo.

"É um campeão incrível, um dos melhores do mundo e nós tivemos grandes batalhas", disse Kyrgios, que empatou em 3 a 3 o seu retrospecto contra Nadal. "Eu tive problemas por causa de algo que comi, mas superei e venci diante de um grande campeão. Foi bom competir com ele, é uma noite que não vou esquecer".

RECUPERAÇÃO

A partida durou mais de três horas e parecia que Nadal asseguraria o triunfo, pois teve três match points, mas Kyrgios se recuperou, eliminando o espanhol, que já foi duas vezes campeão em Acapulco e disputava apenas o seu segundo torneio em 2019.

Kyrgios vai tentar chegar às semifinais no ATP 500 mexicano, sendo que seu adversário na próxima rodada será o suíço Stan Wawrinka, que parece ter superado os problemas no joelho que o atrapalharam no ano passado.

BRASILEIRO

Pela chave de duplas do Torneio de Acapulco, o brasileiro Marcelo Melo e polonês Lukasz Kubot caíram na estreia do ATP 500 mexicano com a derrota para o local Santiago Gonzalez e o paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/3, em 1 hora e 41 minutos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias