ÍDOLO

Morre ídolo do rugby sul-africano na luta contra o apartheid

Joost van der Westhuizen tinha 45 anos e foi vítima da Síndrome de Charcot-Marie-Tootht

JC Online
JC Online
Publicado em 06/02/2017 às 16:10
WILLIAM WEST / AFP
Joost van der Westhuizen tinha 45 anos e foi vítima da Síndrome de Charcot-Marie-Tootht - FOTO: WILLIAM WEST / AFP
Leitura:

Considerado um dos maiores jogadores de rugby de todos os tempo, o sul-africano Joost van der Westhuizen morreu nesta segunda-feira (06/02), vítima da Síndrome de Charcot-Marie-Tootht. O ex-jogador tinha 45 anos e foi um dos líderes da África do Sul na conquista do Mundial de 1995, disputado na própria África. O título foi considerado um importante marco na luta contra o apartheid.

Joost foi diagnosticado com a doença em 2011. No sábado (04/02), foi internado em um hospital em Joanesburgo com problemas respiratórios. 

"É com grande tristeza que confirmamos a morte de Joost. Deixou-nos, rodeado dos próximos", disse a fundação J9, criada pelo próprio ex-jogador. 

DOENÇA

A Síndrome de Charcot-Marie-Tooth é uma doença neuro degenerativa e que afeta os nervos periféricos. Causa fraqueza muscular, perda sensorial, contraturas e deformidades do esqueleto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias