WSL

John John vem atrapalhando ambição de brasileiros no Mundial de Surfe

Havaiano venceu segunda etapa seguida desde a lesão sofrida no ano passado que o deixou de fora da temporada 2018

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 04/06/2019 às 13:54
Notícia
WSL/Reprodução
Havaiano venceu segunda etapa seguida desde a lesão sofrida no ano passado que o deixou de fora da temporada 2018 - FOTO: WSL/Reprodução
Leitura:

Passadas as quatro etapas do Circuito Mundial de Surfe, o Brasil aparece em situação bem diferente da desfrutada no ano passado, quando dominou o ranking. O melhor colocado na classificação é o potiguar Ítalo Ferreira, em terceiro, com 20.820 pontos. O topo é dominado pelo havaiano John John Florence, que venceu na última segunda-feira (3) a etapa de Margaret River, na Austrália. O campeão mundial de 2017 está com 27.415 e acumula vitória no segundo evento consecutivo.

Para chegar à final de Margaret River, Joh John superou o brasileiro Caio Ibelli na semifinal, o último representante do País na competição. Na decisão, enfrentou o norte-americano Kolohe Andino. Florence venceu a bateria por 18.50 x 15.10, depois de pegar duas ondas praticamente perfeitas, para as quais os juízes atribuíram notas 9 e 9.50.

O havaiano precisou abandonar a temporada de 2018 do Mundial em razão de uma grave lesão no joelho, sofrida em maio do ano passado. De longe, presenciou o brasileiro Gabriel Medina chegar ao bicampeonato mundial e parece ter voltado com muita vontade de igualar o número de conquistas de Medina.

"Está sendo uma loucura tudo o que está acontecendo comigo este ano, depois de tudo que eu passei no ano passado. É incrível estar de volta ao circuito, com esses caras me forçando a dar o meu melhor ", declarou John John à WSL logo depois de vencer a final contra Andino.  

A próxima etapa do Circuito Mundial de Surfe tem janela de realização aberta a partir de 20 deste mês. O palco será a praia de Saquarema, no Rio de Janeiro. O paulista Filipe Toledo é o atual campeão do evento.

BRASILEIROS  

Depois de Ítalo Ferreira, que ocupa a terceira colocação no ranking mundial, com 20.820, o representante do País melhor colocado é o paulista Filipe Toledo. Filipinho, como é conhecido no "Circuito dos Sonhos", aparece em sexto, com 17.195. Já o bicampeão Gabriel Medina é apenas o 12º, amargando dois quintos e dois 17ºs lugares nesta temporada. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias