ATLETA NORTE-AMERICANO

Ryan Lochte mentiu sobre assalto no Rio para preservar namoro

Sete anos mais jovem que Lochte, a modelo Kayla Rae Red trabalha como coelhinha da Playboy e recebeu o título de miss da revista no mês passado

JC Online
JC Online
Publicado em 19/08/2016 às 17:50
Foto: Reprodução/Internet
Sete anos mais jovem que Lochte, a modelo Kayla Rae Red trabalha como coelhinha da Playboy e recebeu o título de miss da revista no mês passado - FOTO: Foto: Reprodução/Internet
Leitura:

A modelo norte-americana Kayla Rae Red, 25, pode ser o motivo pelo qual o nadador Ryan Lochte mentiu sobre assalto no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos. Segundo o Portal Uol, o nome da jovem veio à tona depois que Gunnar Bentz e Jack Conger, também nadadores, afirmaram à polícia que o suposto assalto foi uma invenção para preservar o relacionamento de Ryan e Kayla.

Sete anos mais jovem que Lochte, a modelo trabalha como coelhinha da Playboy e recebeu o título de miss da revista no mês passado. Ela começou a ser vista ao lado do nadador em março. Kayla, que mora em Los Angeles, é figurinha carimbada nos eventos da publicação norte-americana.

Em entrevista, Lochte afirmou que seu foco nunca foi a vida amorosa, mas que havia encontrado uma pessoa especial. "Agora que eu tenho alguém, a estabilidade é boa. Também é muito bom ter uma pessoa que não é da natação e não sabe muito sobre isso", contou.

Nos dias que antecederam a polêmica no posto de gasolina e os desdobramentos dos depoimentos dos quatro nadadores, Kayla esteve no Rio de Janeiro para incentivar o namorado na Olimpíada.

Entenda o caso

Após sair para uma festa na cidade carioca, os nadadores, embriagados, teriam depredado o banheiro de um posto de gasolina e se envolvido em uma confusão com o segurança do estabelecimento. Após o episódio, os atletas afirmaram terem sido vítimas de um assalto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias