CLÁSSIFOC MORNO

Santa Cruz e Náutico fazem clássico morno pela última rodada

Ambos os times vão entrar em campo com vários reservas

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 10/04/2017 às 7:04
Diego Nigro/JC Imagem
Ambos os times vão entrar em campo com vários reservas - Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Além da expectativa em relação à posição final do hexagonal, consequentemente para saber os adversários da semifinal do Campeonato Pernambucano, Santa Cruz e Náutico entram em campo para fazer os últimos testes antes do início do mata-mata. O tricolor, com time misto. O alvirrubro, com força quase total. O quarto Clássico das Emoções do ano, no Arruda, começa às 20h30. Nos três primeiros duelos, equilíbrio. Empate por 1x1 na abertura do Estadual. Depois, pelo Nordestão, uma vitória por 1x0 para cada. Agora, quem vencer termina a primeira fase na vice-liderança e decidirá em casa nas semifinais.

No Arruda, o time misto foi uma escolha do técnico Vinícius Eutrópio. Precisando zerar os cartões para as semifinais, cinco atletas ficam de fora hoje pelo terceiro amarelo tomado contra o Belo Jardim, na última quarta: o goleiro Julio Cesar, o lateral Tiago Costa, o zagueiro Anderson Salles, o volante David e o meia-atacante Thomás. Com isso, atleta como o goleiro Jacsson e o atacante Wiliam Barbio, que não vem ganhando tantas oportunidades, serão acionados.

“São desfalques que aconteceram por cartões e que nós temos substitutos automáticos. (Essa decisão) tem alguns aspectos importantes, como entrar na fase semifinal muito fortalecido e também dar mais uma oportunidades para alguns jogadores manterem o ritmo e jogarem contra um grande adversário”, afirmou Eutrópio.

NÁUTICO

Apenas um rachão na véspera, sem concentração (time se apresenta hoje, às 11h) e sem a presença de dirigentes. Tudo levando a acreditar que o Náutico não está encarando o duelo contra o Santa Cruz com a devida importância. Mas o técnico Milton Cruz garante que está levando o confronto a sério. E que mandará a campo o que tiver de melhor.

Pelas palavras do treinador na sexta-feira (ontem não deu coletiva), apenas quem cumprirá suspensão não irá para o jogo. O restante do time será o titular. “Vou ver quais jogadores posso colocar no lugar de Marcos e Darlan. Quem tiver legal... Acho que vou tentar colocar o (time) mais próximo para a semifinal. O objetivo é fazer um grande jogo, como fiz nos outros, com Belo Jardim e Central. O Náutico é um time grande e tem que pensar grande. Não pode escolher adversário (para as semifinais)”, justificou.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias