Sabe o caminho

Experiência é a arma de Ilaílson no Santa Cruz

Novo jogador do Santa já conquistou o acesso na Série C

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 28/12/2017 às 9:01
Davi Saboya/JC
Novo jogador do Santa já conquistou o acesso na Série C - FOTO: Davi Saboya/JC
Leitura:

O mais novo volante do Santa Cruz é Ilaílson Aguiar da Silva, mais conhecido somente pelo primeiro nome. Aos 32 anos, o cabeça de área chega para formar a espinhal dorsal titular e experiente desejada pelo técnico Júnior Rocha e a diretoria para 2018. Com passagens pelo futebol da região Norte defendendo o Castanhal, Tuna Luso, Paragominas e Paysandu, a melhor fase dele foi pelo Remo em 2014 e 2015, quando foi bicampeão do Campeonato Paraense e conquistou o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro.

Neste ano, Ilaílson deixou o Paysandu e foi no início da temporada para o Boa Esporte-MG. No entanto, o volante não se adaptou ao clube mineiro e retornou ao Remo. “No primeiro semestre, fui para o Boa Esporte, mas não me adaptei a cidade, ao clima e ao time. Retornei ao Remo para jogar do meio para fim desta temporada e fiz todos os jogos”, afirmou o reforço coral.

Dos dez primeiros reforços do Santa Cruz, o volante Ilaílson é o segundo mais velho e só perde para o meia Daniel Sobralense, que tem 34 anos. O elenco do Santa Cruz conta com 28 jogadores até o segundo dia da pré-temporada. Desses, 14 atletas são jovens formados nas categorias de base do Tricolor do Arruda. O fato de ser mais rodado, o cabeça de área não enxerga como vantagem. “O futebol é competitivo. Tenho qualidade e a diretoria depositou confiança em mim. Cabe a mim aproveitar a chance e correr em busca dos objetivos. Vou procurar dar o meu melhor para ajudar o Santa Cruz”, disse o volante.

Ilaílson trabalhou no Remo com o executivo Fred Gomes. Antes de desembarcar no Recife, o diretor remunerado rasgou elogios ao volante e frisou que é um jogador conhecedor do caminho que o Santa Cruz vai percorrer na temporada 2018: Campeonato Pernambucano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C Campeonato Brasileiro, que o jogador disputou este ano pelo Leão Azul. “Temos uma relação muito boa desde o Remo. Passamos por dificuldades piores e conseguimos vencer. Foi por essa experiência que cheguei ao Santa Cruz. Com certeza, fundamental a minha relação com Fred (Gomes) para o acerto”, comentou o cabeça de área.

NO ARRUDA

Depois das apresentações no primeiro dia da pré-temporada do Santa Cruz, no Arruda, os jogadores trabalharam em dois períodos. De manhã, físico no campo do estádio José do Rego Maciel e à tarde musculação na academia. “A primeira impressão foi a melhor possível. Espero honrar o manto e grandeza do Santa Cruz. É um time grande, que está de passagem na Série C. Um clube grande que tem toda estrutura, diretoria e comissão técnica para fazer um trabalho bom e capacitado. Agora é nos unirmos em busca do primeiro objetivo que é o Pernambuco”, finalizou.

Últimas notícias